20/05/2019

Qual é a Sua Dieta? A Reeducação Alimentar para Um Novo Estilo de Vida

Tags: BLOG

20/05/2019 - Por: Kelly Abreu

 

Estamos em pleno século 21 e nunca se ouviu falar tanto de dietas e mais dietas. Técnicas mirabolantes com diferentes formas de emagrecimento, com promessas mágicas de grandes perdas, em poucos dias, daqueles quilos que foram adquiridos durante anos ou, até mesmo, décadas.

Não há soluções milagrosas. O que realmente existe é o desenvolvimento humano e o autoconhecimento para que essa perda de peso se torne, efetivamente, parte integrante da sua vida e de seu ser.

O processo vai muito além da alimentação, pois há grande necessidade de um amadurecimento psicológico, da forma de pensar, eliminando crenças que são bloqueios para um desenvolvimento efetivo e de reais resultados positivos.

Sabemos que sair da zona de conforto não é fácil e esse é um dos motivos pelos quais muitas pessoas desistem de fazer uma reeducação alimentar ou até mesmo uma simples dieta.

O grande segredo é criar novos caminhos para que se consiga chegar a seu objetivo principal com mais sucesso, tornando os novos hábitos alimentares naturais e orgânicos no dia a dia.

Nem sempre o que deu certo para algum amigo dará para você. Por isso, conhecer-se e saber o que realmente é bom para o seu corpo é fundamental para se chegar aonde quer.

Os caminhos são diversos e, se um não deu certo, experimente outros, pois com certeza um deles será adequado a você. O importante é estar aberto a novas mudanças e não se fechar e achar que nada dá certo para você. Vivemos em um mundo em que o que conta o imediatismo. Queremos as coisas para ontem e, quando não as conseguimos, desanimamos e desistimos do nosso objetivo principal, enfraquecendo-nos e não nos sentindo capacitados para tal atitude.

As dietas em si estão fadadas ao fracasso, pois não dão tempo suficiente para que novos hábitos alimentares criem raízes e se solidifiquem no cotidiano. As dietas têm hora marcada, pois têm começo, meio e fim, enquanto que uma reeducação alimentar não está preocupada com a perda de peso, apesar de essa ser uma consequência do processo. Sua grande preocupação é fazer com que esses novos hábitos sejam parte integrante do seu cotidiano, como se sempre tivessem existido.

A reeducação alimentar é um novo estilo de vida a ser adotado e deve ser abraçado com muito amor e dedicação, pois só assim se conquistará um novo caminho para se obter saúde, bem-estar, e, consequentemente, a perda dos indesejados quilos extras.
Somente com muita dedicação e perseverança é possível trilhar e solidificar novos hábitos, tornando-os corriqueiros no dia a dia.

Todo esse sacrifício, sem vias de dúvida, é extremamente recompensador, pois os benefícios são imensos.

Encontre o seu caminho e seguramente você vai se sentir muito mais feliz e realizado, pois a saúde e o bem-estar são grandes tesouros das nossas vidas e devem ser preservados e desfrutados com muita alegria.

Para saber mais sobre o tema, conheça a obra Reeducando os maus hábitos que mostrará caminhos possíveis e concretos para esta conquista.


Kelly Abreu, natural de São Paulo, onde mora até hoje, desde criança sempre quis descobrir e desbravar os mistérios do mundo. Em 1987, ingressou no curso de Publicidade e Propaganda na Fundação Armando Álvares Penteado. Posteriormente, graduou-se na Faculdade de Artes Cênicas e Educação Artística pela Universidade São Judas Tadeu e complementou seus estudos na Faculdade de Letras da Universidade Paulista. É professora de Inglês, Teatro e Artes desde 1991 e também é atriz e produtora cultural desde 1988, tendo realizado inúmeros trabalhos no teatro, na TV e no cinema. Começou a se dedicar à sua saúde e ao seu bem-estar muito cedo, praticando atividades físicas, yoga e meditação, e, na sua ânsia de descobrir novos caminhos, tornou-se uma pesquisadora das diferentes formas de se alimentar, aprofundando-se na alimentação viva, vegetariana e vegana. Para que tudo isso tivesse um sentido maior, aprofundou seus estudos no campo da neurociência, na incessante busca do conhecimento humano e do seu autoconhecimento.