O Processo de Transposição Didática no Jornal e na Escola

Ref: 3695387

É uma obra interdisciplinar que interessa a jornalistas, professores, pedagogos, animadores culturais, curadores de mostras pedagógicas, entre outros profissionais que lidam com a formação de leitores


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 45,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-64561-76-2


Edição: 2


Ano da edição: 2011


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 180


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. .

A escola é das mais plurais e democráticas instituições da sociedade. Propõe seu currículo, mas é capaz também de assimilar propostas vindas de outras esferas sociais. Essa abertura tem permitido, entre outras, uma parceria com mídia, que, já há bastante tempo, se faz presente nas salas de aulas de variadas maneiras, seja pelos temas oriundos do mais diversos veículos e tematizados na fala de alunos e de professores, seja pelos textos impressos e digitais que se fazem presentes no material didático utilizado pelo professor, ora como recurso complementar ora como recurso principal. Não obstante tal parceria, o meio acadêmico ainda carece de respostas para a questão: como se transforma em objeto de ensino um material originalmente não preparado para essa finalidade?

Este livro se apresenta como uma resposta consistente para essa questão, pois nos leva a entender as implicações da transposição didática na formação de jovens leitores através da descrição de aspectos que interferem positivamente no processo de transposição, seja na escola ou no jornal.

É uma obra interdisciplinar que interessa a jornalistas, professores, pedagogos, animadores culturais, curadores de mostras pedagógicas, entre outros profissionais que lidam com a formação de leitores.

Eliete Correia dos Santos
Doutoranda em Linguística pelo PROLING/UFPB. Mestre em Linguagem e Ensino pela UFCG. Professora retide, do curso de Arquivologia, da Universidade Estadual da Paraíba. Tem experiência em Oficina de Texto, Redação Publicitária e Jornalística. Leciona Oficina de Texto no curso de Arquivologia da Universidade Estadual da Paraíba. Membro do grupo de pesquisa Arquivologia e Sociedade e do Grupo de Estudos em Arquivologia e Sociedade GEAAS, linha de pesquisa Linguagem e Arquivística. Também é membro do Grupo de Pesquisas em Linguística Enunciativa e Sócio-Interacional - GPLEI, atuando na linha Linguagem, interação e ensino: a construção de sentido do texto na escola