Rompendo o Laço Conjugal: O Enlace de Vinte e Duas Narrativas

Ref: 978-85-473-0592-5

Rompendo o laço conjugal: o enlace de vinte e duas narrativas, obra de Carlos Eduardo Veiga, apresenta linguagem acessível e direta. O livro convida-nos a conhecer, em um primeiro momento, a construção social e histórica da família, do casamento e das relações amorosas, para, na sequência, debruçar-se sobre o universo inusitado do laço conjugal, de sua tecelagem até a dissolução. 


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 49,00 R$ 34,30 31% off
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 49,00 R$ 22,00 56% off

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-85-473-0592-5


ISBN Digital: 978-85-473-0592-5


Edição: 1


Ano da edição: 2017


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 199


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Carlos Eduardo Veiga.

Rompendo o laço conjugal: o enlace de vinte e duas narrativas, obra de Carlos Eduardo Veiga, apresenta linguagem acessível e direta. O livro convida-nos a conhecer, em um primeiro momento, a construção social e histórica da família, do casamento e das relações amorosas, para, na sequência, debruçar-se sobre o universo inusitado do laço conjugal, de sua tecelagem até a dissolução. A seu serviço, o autor entrelaça múltiplas narrativas de 22 entrevistados em uma radiografia das relações amorosas, tendo como eixo o rompimento do laço conjugal, no qual emoções escapam ao controle e questionamentos geram mais angústias do que respostas. O autor parece ter carinho especial com cada um dos entrevistados, pois concede a eles narrativas suficientes para que demonstrem sua importância na história. Talvez a maior proeza seja sua capacidade de fazer com que o leitor envolva-se com todos que se entrelaçam, sem provocar um nó na cabeça de quem está lendo, em uma narrativa fragmentada, mas extremamente coesa.

É um livro sobre escolhas e consequências, sobre desejos e culpas, sobre segredos e mentiras, sobre enredos cheios de ambiguidade e sem um final redentor. Mostra a vida que a gente não quer ver, aquela que a gente esconde das redes sociais. O leitor vai enxergar situações e pessoas que poderiam muito bem estar entre nós, mas sem necessariamente tomar partido. Um ensaio sobre nós mesmos.

Dito isso, o livro será útil não apenas para todos os interessados, no campo das relações amorosas e das configurações familiares, mas igualmente para todos que passaram ou estejam vivenciando o processo de separação conjugal.