Saúde Mental no Contexto da Realidade Brasileira

Ref: 4016660

Todos nós, que trabalhamos pela transformação da assistência em saúde mental, lutando pela criação de redes de cuidado nessa área, encontraremos neste livro grande identificação em vários dos momentos vividos pelo autor em seu trabalho. Construir ações terapêuticas interdisciplinares, integradas com a Estratégia de Saúde da Família, atuando no território, de forma aberta e participativa, dentro desse novo processo de trabalho que é o matriciamento, não é fácil. É muito diferente das práticas em que fomos formados na realidade protegida das quatro paredes dos hospitais, na abordagem centrada na doença e não no doente, descontextualizada da vida das pessoas que necessitam do nosso cuidado. Trabalhar nessa nova lógica é angustiante e conflitivo. Transita-se todo tempo em práticas e campos desconhecidos. Quem faz o quê? Como? Onde? Com quem? Qual meu papel? Qual a minha identidade? De que forma devo abandonar identidades antigas para poder construir novas realidades?


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 62,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 28,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0464-5


ISBN Digital: 978-85-473-1222-0


Edição: 2


Ano da edição: 2017


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 229


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Aidecivaldo Fernandes de Jesus.

Todos nós, que trabalhamos pela transformação da assistência em saúde mental, lutando pela criação de redes de cuidado nessa área, encontraremos neste livro grande identificação em vários dos momentos vividos pelo autor em seu trabalho. Construir ações terapêuticas interdisciplinares, integradas com a Estratégia de Saúde da Família, atuando no território, de forma aberta e participativa, dentro desse novo processo de trabalho que é o matriciamento, não é fácil. É muito diferente das práticas em que fomos formados na realidade protegida das quatro paredes dos hospitais, na abordagem centrada na doença e não no doente, descontextualizada da vida das pessoas que necessitam do nosso cuidado. Trabalhar nessa nova lógica é angustiante e conflitivo. Transita-se todo tempo em práticas e campos desconhecidos. Quem faz o quê? Como? Onde? Com quem? Qual meu papel? Qual a minha identidade? De que forma devo abandonar identidades antigas para poder construir novas realidades?

Mais importante ainda se tornam essas reflexões por terem sido realizadas a partir da experiência em um município de pequeno porte, como a maioria dos municípios de nosso país, mas que normalmente são menos estudados, acompanhados e analisados pela Academia.

Este livro é fundamental como reflexão sobre esse processo de construir um Cuidado em Saúde Mental que seja aberto, científico e humanista, democrático e organizado. Possibilita que as dificuldades desse processo sejam conhecidas e compartilhadas, que as soluções e superações sejam apreendidas e adaptadas, e que a Fé e a Esperança, que movem os que trilham esses caminhos, sejam fortalecidas.

Sandra Fortes - Graduada em Medicina pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1982). Mestrado em Psiquiatria pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995) e Doutorado em Saúde Pública, Epidemiologia e Saúde Coletiva pela Universidade do Rio de Janeiro (2004). Professora Associada de Psicologia Médica e Saúde Mental na Escola de Ciências Médicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e psiquiatra do Ministério da Saúde, atuando como supervisora de Saúde Mental para a Estratégia Saúde da Família.