Desmantelando as Fronteiras dos Saberes na Amazônia

Ref: 978-85-473-0584-0

Desmantelando as Fronteiras dos Saberes na Amazônia traz uma releitura dos povos da Amazônia, sob uma perspectiva pluralista e multidisciplinar própria do grupo de Estudos Socioambientais Costeiros (ESAC) da Universidade Federal do Pará. A obra é fruto das atividades de ensino, pesquisa e extensão do grupo ao longo de seis anos nas comunidades tradicionais da Amazônia Oriental e reúne diferentes reflexões sobre os povos da Amazônia (pescadores, pescadoras, marisqueiras, quilombolas, extrativistas) em uma engrenagem socioambientalista.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 60,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 21,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-85-473-0584-0


ISBN Digital: 978-85-473-1886-4


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 20/07/2018


Número de páginas: 207


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Deis Siqueira.

2. Norma Cristina Vieira.

3. Roberta Sá Leitão Barboza.

Desmantelando as Fronteiras dos Saberes na Amazônia traz uma releitura dos povos da Amazônia, sob uma perspectiva pluralista e multidisciplinar própria do grupo de Estudos Socioambientais Costeiros (ESAC) da Universidade Federal do Pará. A obra é fruto das atividades de ensino, pesquisa e extensão do grupo ao longo de seis anos nas comunidades tradicionais da Amazônia Oriental e reúne diferentes reflexões sobre os povos da Amazônia (pescadores, pescadoras, marisqueiras, quilombolas, extrativistas) em uma engrenagem socioambientalista. Apresenta conteúdo multidisciplinar que transversaliza diversas áreas da ciência, como história, antropologia, sociologia, tecnologia, pedagogia e ecologia. A abordagem pluralista da obra ancora-se no entendimento de dialéticas culturais, sociais, políticas e econômicas elaboradas pelos trabalhadores da natureza da Amazônia, tornando sua leitura obrigatória a todos – estudantes, pesquisadores e curiosos – que desejem compreender de forma mais integrada a complexidade socioambiental dos povos da Amazônia. Além das contribuições dos textos para várias linhas de pesquisa e reflexão em torno do socioambientalismo, destaca-se também o compromisso dos autores e das autoras com a região do nordeste paraense, sobretudo com o salgado paraense, onde se localizam muitas Reservas Extrativistas da Amazônia costeira.