Educação a Distância e a Formação de Professores: Pesquisas, Experiências, Relatos

Ref: 978-85-473-1844-4

O período compreendido entre 2007 e 2015 foi áureo de investimentos feitos pelo governo federal na formação de professores por meio da Educação a Distância no Brasil. Pedagogia e Educação a distância e a formação de professores: pesquisa, experiências e relatos, como o próprio título diz, traz relatos de pesquisa e de experiências desenvolvidas nesse período, durante a formação de professores no curso de Pedagogia do Centro de Educação Aberta e a Distância da Universidade Federal de Ouro Preto, em parceria com a Universidade Aberta do Brasil.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 68,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 31,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-1844-4


ISBN Digital: 978-85-473-1844-4


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 11/10/2018


Número de páginas: 233


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Jorge Luís Costa.

2. Sandra Augusta de Melo.

O período compreendido entre 2007 e 2015 foi áureo de investimentos feitos pelo governo federal na formação de professores por meio da Educação a Distância no Brasil. Pedagogia e Educação a distância e a formação de professores: pesquisa, experiências e relatos, como o próprio título diz, traz relatos de pesquisa e de experiências desenvolvidas nesse período, durante a formação de professores no curso de Pedagogia do Centro de Educação Aberta e a Distância da Universidade Federal de Ouro Preto, em parceria com a Universidade Aberta do Brasil.

A primeira parte do livro é composta por três textos de professores que trazem reflexões embasadas pela pesquisa cujo apanhado de dados é apresentado no primeiro capítulo. Esses trabalhos discutem dados do perfil do aluno de Pedagogia da EaD do CEAD/UFOP (UAB), tecendo um retrato muito revelador desse público.

A segunda parte da obra traz quatro textos escritos por profissionais que orientaram trabalhos conclusivos de curso desses alunos nos temas mais frequentemente escolhidos por eles. Em pesquisas e narrativas de suas experiências, eles revelam métodos, particularidades do processo e das condições de trabalho, sabores e dissabores. Ali, transparecem o ensino e a aprendizagem durante o processo de escrita de um artigo, quando os alunos já estão em seu último período de formação no curso. Em suas expertises, cada autor dessa parte do livro contribui com discussões que envolvem tanto a (sua própria) docência superior quanto a docência dos alunos relatada nos trabalhos de TCC.

Fechando a obra, na terceira parte, com textos de valiosíssima subjetividade, estão três memoriais de atores fundamentais nesse processo: dois deles são escritos por alunos – hoje, egressos do curso – e o outro por uma das tutoras do curso.

O fio condutor evidencia-se do começo ao fim do livro: os protagonistas do início – em que eles são apresentados em números – ao fim – em que eles se apresentam pessoalmente – são os alunos, pois são deles as vidas que são tocadas e modificadas pela oportunidade e pela luta que significa fazer uma graduação, em especial nas condições que eles têm para isso. Aos professores, autores e pesquisadores, coube, nesta obra, revelá-los de diferentes formas nessa trajetória de formação, enquanto repensam suas práticas.