Educação Para Mulheres na América Latina: Um Olhar Decolonial Sobre o Pensamento de Nísia Floresta e Soledad Acosta de Samper

Ref: 978-85-473-2287-8

Em Educação para mulheres na América Latina: um olhar decolonial sobre o pensamento de Nísia Floresta e Soledad Acosta de Samper, Adriane Lima narra a história de duas intelectuais na América Latina do século XIX. Sua proposta nos liberta, de início, da tendência - quase um fardo - de contar a história da mulher sempre a partir de suas faltas, perdas, impossibilidades, fracassos.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 66,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 29,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-2287-8


ISBN Digital: 978-85-473-2493-3


Edição: 1


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 07/02/2019


Número de páginas: 245


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Adriane Raquel Santana de Lima.

Em Educação para mulheres na América Latina: um olhar decolonial sobre o pensamento de Nísia Floresta e Soledad Acosta de Samper, Adriane Lima narra a história de duas intelectuais na América Latina do século XIX. Sua proposta nos liberta, de início, da tendência - quase um fardo - de contar a história da mulher sempre a partir de suas faltas, perdas, impossibilidades, fracassos. Não porque Nísia Floresta e Soledad Acosta de Samper não tenham vivido a parcela de sofrimento dos humanos, e, especialmente, das humanas, num mundo concebido pelos homens e para os homens. Contudo optar por estudar mulheres bem-sucedidas em seu campo de atuação, mesmo sem ainda o idêntico reconhecimento dedicado aos homens, não é abrandar a vigência do patriarcalismo que oprime todas, mas iluminar as “fendas” na modernidade eurocêntrica e fazer ecoar, cada vez mais alto, as vozes silenciadas de outras mulheres e daquelas populações historicamente desumanizadas, os negros e os indígenas.