Ensinar História Afro-Brasileira e Indígena No Século XXI: A Diversidade em Debate

Ref: 978-85-473-2449-0

Este livro aborda a formação de professores e o ensino de história africana, afro-brasileira e indígena, tendo como referência a implementação das Leis n.º 10.639/03 e n.° 11.645/08 e as respectivas Diretrizes Curriculares. Analisa os impactos das leis na formação inicial de professores de História e no ensino dessas temáticas em escolas públicas e privadas de educação básica. O referencial teórico-metodológico inspira-se no multiculturalismo crítico e na abordagem qualitativa, combinando a análise de fontes orais e documentais (leis, diretrizes, currículos e outros), e na produção bibliográfica sobre o tema. Os sujeitos da pesquisa foram professores de História em fase inicial da carreira docente e professores formadores de cursos de História.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 98,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 44,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-85-473-2449-0


ISBN Digital: 978-65-5523-839-6


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 20/02/2019


Número de páginas: 359


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Osvaldo Mariotto Cerezer.

Este livro aborda a formação de professores e o ensino de história africana, afro-brasileira e indígena, tendo como referência a implementação das Leis n.º 10.639/03 e n.° 11.645/08 e as respectivas Diretrizes Curriculares. Analisa os impactos das leis na formação inicial de professores de História e no ensino dessas temáticas em escolas públicas e privadas de educação básica. O referencial teórico-metodológico inspira-se no multiculturalismo crítico e na abordagem qualitativa, combinando a análise de fontes orais e documentais (leis, diretrizes, currículos e outros), e na produção bibliográfica sobre o tema. Os sujeitos da pesquisa foram professores de História em fase inicial da carreira docente e professores formadores de cursos de História.

O livro preocupa-se em apresentar debates a partir de alguns questionamentos basilares: quais foram os impactos das leis de ações afirmativas nos currículos e na prática docente nos cursos de licenciatura em História?

Quais saberes, experiências e concepções foram apreendidos e produzidos pelos professores iniciantes? O que os professores iniciantes sabem e o que pensam sobre a educação das relações étnico-raciais? Como lidam com a questão étnico-racial em sala de aula na educação básica? Quais as principais dificuldades encontradas e quais são os caminhos percorridos para o enfrentamento dessas problemáticas?

Este livro pretende, assim, contribuir para o debate sobre a formação de professores de História e as relações com os saberes e as práticas pedagógicas no ensino da história e da cultura africana, afro-brasileira e indígena no atual contexto educacional brasileiro.