A Saúde da Família: Em Cuba e no Brasil

Ref: 978-85-8192-991-0

As políticas de saúde da família são centrais na organização da atenção primária à saúde de Cuba e do Brasil. Suas características, oposições, associações e afinidades instigam importantes questões a gestores, profissionais, usuários e estudiosos de múltiplas áreas do conhecimento, sobretudo das Ciências Sociais e da Saúde Coletiva.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 68,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-8192-991-0


Edição: 1


Ano da edição: 2016


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 369


Peso: 200 gramas


Largura: 17 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Diogo Neves Pereira.

As políticas de saúde da família são centrais na organização da atenção primária à saúde de Cuba e do Brasil. Suas características, oposições, associações e afinidades instigam importantes questões a gestores, profissionais, usuários e estudiosos de múltiplas áreas do conhecimento, sobretudo das Ciências Sociais e da Saúde Coletiva.

Quais são suas principais semelhanças e diferenças? Quais relações são nelas estabelecidas entre as ordens biológica e política, simbólica e prática? Como nelas se associam contextos sociais, agenciamentos institucionais e experiências corporais? De que modo noções como integralidade, acesso, comunidade e diagnóstico são criadas e atualizadas em suas reproduções cotidianas?

Estas são algumas das perguntas enfrentadas em A SAÚDE DA FAMÍLIA EM CUBA E NO BRASIL a partir de pesquisas etnográficas realizadas nas cidades de Belo Horizonte e de Havana. Tecendo elementos teóricos e empíricos para a configuração dos conceitos de sistemas de vínculos e de processos de estatização, esta obra oferece ao leitor ferramentas para a compreensão dessas e de outras políticas.