Remuneração de Professores da Educação Básica Pública Sob a Ótica dos Pesquisadores e Pesquisadoras em Formação: Volume 3

Ref: 978-85-473-2582-4

Em cada um de seus capítulos, este livro tem a particularidade de contar com autores que atuaram como pesquisadores sendo discentes, de graduação ou de pós-graduação, ou professores da educação básica, ou, ainda, em ambas as situações. Os textos contemplam resultados de trabalhos de iniciação científica e de conclusão de curso, bem como de pesquisas de mestrado e de doutorado. Os autores vinculam-se às seguintes universidades: Unifesp, UFRN, UFMT, UEMG, UFMS, Ufpa, Ufsc e Unisul. Como linha geral, presente em todos os textos, está o enfoque da remuneração e da carreira do magistério como componentes da valorização efetiva desses profissionais. São objeto de atenção cinco redes estaduais de ensino – São Paulo, Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Minas Gerais e Rio Grande do Sul – e 17 municípios, dos estados de Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Pará e Paraná. É de salientar também o amplo leque de fontes e referências de pesquisa, destacando-se, entre outros: folhas de pagamento do magistério, tabelas de vencimentos, Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope), legislação e normas sobre carreiras docentes e regimes jurídicos, e documentos de referência de políticas.


Calcule o frete

Opções de entrega:


Versão digital
R$ 0,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-2582-4


ISBN Digital: 978-85-473-2582-4


Edição:


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 31/07/2019


Número de páginas: 271


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Marcos Edgar Bassi.

2. Rosana Maria Gemaque Rolim .

3. Maria Dilnéia Espíndola Fernandes.

Em cada um de seus capítulos, este livro tem a particularidade de contar com autores que atuaram como pesquisadores sendo discentes, de graduação ou de pós-graduação, ou professores da educação básica, ou, ainda, em ambas as situações. Os textos contemplam resultados de trabalhos de iniciação científica e de conclusão de curso, bem como de pesquisas de mestrado e de doutorado. Os autores vinculam-se às seguintes universidades: Unifesp, UFRN, UFMT, UEMG, UFMS, Ufpa, Ufsc e Unisul. Como linha geral, presente em todos os textos, está o enfoque da remuneração e da carreira do magistério como componentes da valorização efetiva desses profissionais. São objeto de atenção cinco redes estaduais de ensino – São Paulo, Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Minas Gerais e Rio Grande do Sul – e 17 municípios, dos estados de Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Pará e Paraná. É de salientar também o amplo leque de fontes e referências de pesquisa, destacando-se, entre outros: folhas de pagamento do magistério, tabelas de vencimentos, Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope), legislação e normas sobre carreiras docentes e regimes jurídicos, e documentos de referência de políticas.