Emoção e Interação em Cena

Ref: 978-85-473-3621-9

O livro Emoção e Interação em Cena lança um olhar sobre como se processa a criação em dança. A partir do compartilhamento de reflexões sobre o dinamismo e a complexidade que caracterizam essa linguagem artística, a autora estampa a dança como uma atividade que carrega um rico conteúdo cultural, histórico, de prática social e artística. A obra, que propõe uma análise detalhada de uma coreografia a fim de compreender a concepção artística de uma Companhia de dança com quase 40 anos de existência, debate com o referencial teórico do autor russo Lev Vigotski e desafia o leitor a acompanhá-la no entendimento do viés educativo dos fazeres artísticos. Com profundo embasamento e um teor histórico/analítico, esta leitura apresenta-se como uma excelente fonte tanto para desvelar o universo [particular] da Téssera Companhia de Dança da UFPR, grupo artístico que espelha e interage com a realidade histórica, cultural e social, quanto para restaurar “o reconhecimento da arte como técnica social do sentimento”, ao dialogar com a teoria histórico-cultural.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 66,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-3621-9


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 18/09/2019


Número de páginas: 147


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Helen de Aguiar.

O livro Emoção e Interação em Cena lança um olhar sobre como se processa a criação em dança. A partir do compartilhamento de reflexões sobre o dinamismo e a complexidade que caracterizam essa linguagem artística, a autora estampa a dança como uma atividade que carrega um rico conteúdo cultural, histórico, de prática social e artística. A obra, que propõe uma análise detalhada de uma coreografia a fim de compreender a concepção artística de uma Companhia de dança com quase 40 anos de existência, debate com o referencial teórico do autor russo Lev Vigotski e desafia o leitor a acompanhá-la no entendimento do viés educativo dos fazeres artísticos. Com profundo embasamento e um teor histórico/analítico, esta leitura apresenta-se como uma excelente fonte tanto para desvelar o universo [particular] da Téssera Companhia de Dança da UFPR, grupo artístico que espelha e interage com a realidade histórica, cultural e social, quanto para restaurar “o reconhecimento da arte como técnica social do sentimento”, ao dialogar com a teoria histórico-cultural.