Arte Marcial: Espetáculo, Esporte e Circo

Ref: 978-85-473-3240-2

Artes Marciais. Espetáculo. Esporte. Circo. Esportes de Combate. MMA. Briga de rua. Defesa pessoal. Cinema. UFC. Bellator. Ética. Competitividade. Jogo. Agressividade. Violência. Mitologia. Disciplina. Ética. Mídia. Marketing. Tudo isso – e mais – mistura-se nas conversas diárias, em redes sociais, cada vez mais polêmicas.Frequentemente, ouve-se que o cinema, o espetáculo, o marketing e o show business levam a uma corrupção da arte. Convido o leitor a refletir sobre o espetáculo a partir de outras perspectivas que abranjam outras formas de enxergar nossa realidade. Ou seja, não só reconhecendo a pertinência da crítica sobre sua vinculação com interesses puramente mercadológicos, mas também reconhecendo a relevância do espetáculo dentro das dinâmicas sociais contemporâneas e, ainda, sua legitimidade enquanto direito do indivíduo.O ser humano sempre gostou de espetáculos, rituais, shows, festas e celebrações. Várias mitologias tratam esses interesses oferecendo muitas perspectivas que trouxe para este livro e espero que levem o leitor a ampliar seus horizontes.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 57,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 25,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-85-473-3240-2


ISBN Digital: 978-85-473-3241-9


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 06/09/2019


Número de páginas: 173


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Everton de Brito Dias.

Artes Marciais. Espetáculo. Esporte. Circo. Esportes de Combate. MMA. Briga de rua. Defesa pessoal. Cinema. UFC. Bellator. Ética. Competitividade. Jogo. Agressividade. Violência. Mitologia. Disciplina. Ética. Mídia. Marketing. Tudo isso – e mais – mistura-se nas conversas diárias, em redes sociais, cada vez mais polêmicas.
Frequentemente, ouve-se que o cinema, o espetáculo, o marketing e o show business levam a uma corrupção da arte. Convido o leitor a refletir sobre o espetáculo a partir de outras perspectivas que abranjam outras formas de enxergar nossa realidade. Ou seja, não só reconhecendo a pertinência da crítica sobre sua vinculação com interesses puramente mercadológicos, mas também reconhecendo a relevância do espetáculo dentro das dinâmicas sociais contemporâneas e, ainda, sua legitimidade enquanto direito do indivíduo.
O ser humano sempre gostou de espetáculos, rituais, shows, festas e celebrações. Várias mitologias tratam esses interesses oferecendo muitas perspectivas que trouxe para este livro e espero que levem o leitor a ampliar seus horizontes.