História da Psicologia da Educação em Goiás: Inserção, Apogeu e Declínio da Escola Nova

Ref: 978-85-473-3592-2

Este livro dedica-se à compreensão do processo de surgimento e desenvolvimento da psicologia da educação em Goiás, situando a inserção, o apogeu e o declínio do movimento da Escola Nova no estado, assim como as concepções, os discursos e as práticas psicológicas oriundas dele, sinalizando também a sua possível transição para um modo de pensar e fazer educacional de cunho tecnicista. É destinado tanto a psicólogos, que tenham interesse na história de sua ciência, quanto a historiadores e educadores, uma vez que se trata de um trabalho historiográfico que tem como objeto de estudo a psicologia da e na educação no Brasil. O livro está divido em dois momentos. No primeiro, apresenta-se um estudo histórico-bibliográfico descrevendo e discutindo a psicologia no Brasil, apontando a relação dessa ciência com a educação nos períodos colonial, imperial e republicano, e discutindo também alguns trabalhos mais recentes que contribuíram para a escrita de sua história nos diferentes estados da federação. Em um segundo momento, buscou-se descrever e discutir a história da psicologia em Goiás, orientando-se pelo viés da educação, desde o período colonial até 1962. Nesse sentido, inicialmente, foram descritas e analisadas as concepções, os discursos e as práticas psicológicas na educação goiana, anteriores ao advento da Escola Nova. Posteriormente, buscou-se descrever e analisar a psicologia em Goiás desde a inserção do ideário escolanovista até a sua consolidação em políticas de ensino, apontando também o seu declínio. E, por último, apresenta-se uma descrição e análise do percurso das concepções, dos discursos e das práticas referentes à psicologia da educação em Goiás no período de inserção do tecnicismo educacional, situando como aparecem as ideias escolanovistas.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 62,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 22,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-85-473-3592-2


ISBN Digital: 978-85-473-3593-9


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 24/11/2019


Número de páginas: 241


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Alvinan Magno Lopes Catão.

Este livro dedica-se à compreensão do processo de surgimento e desenvolvimento da psicologia da educação em Goiás, situando a inserção, o apogeu e o declínio do movimento da Escola Nova no estado, assim como as concepções, os discursos e as práticas psicológicas oriundas dele, sinalizando também a sua possível transição para um modo de pensar e fazer educacional de cunho tecnicista. É destinado tanto a psicólogos, que tenham interesse na história de sua ciência, quanto a historiadores e educadores, uma vez que se trata de um trabalho historiográfico que tem como objeto de estudo a psicologia da e na educação no Brasil. O livro está divido em dois momentos. No primeiro, apresenta-se um estudo histórico-bibliográfico descrevendo e discutindo a psicologia no Brasil, apontando a relação dessa ciência com a educação nos períodos colonial, imperial e republicano, e discutindo também alguns trabalhos mais recentes que contribuíram para a escrita de sua história nos diferentes estados da federação. Em um segundo momento, buscou-se descrever e discutir a história da psicologia em Goiás, orientando-se pelo viés da educação, desde o período colonial até 1962. Nesse sentido, inicialmente, foram descritas e analisadas as concepções, os discursos e as práticas psicológicas na educação goiana, anteriores ao advento da Escola Nova. Posteriormente, buscou-se descrever e analisar a psicologia em Goiás desde a inserção do ideário escolanovista até a sua consolidação em políticas de ensino, apontando também o seu declínio. E, por último, apresenta-se uma descrição e análise do percurso das concepções, dos discursos e das práticas referentes à psicologia da educação em Goiás no período de inserção do tecnicismo educacional, situando como aparecem as ideias escolanovistas.