A Rede Urbana do Oeste Baiano

Ref: 978-85-473-3948-7

O livro A rede urbana do Oeste Baiano não é uma revisão bibliográfica aprofundada sobre o tema rede urbana, tampouco uma mera descrição desse tipo particular de rede na região do Oeste Baiano. Apesar da sua característica previamente pragmática, esta obra, oriunda da reunião de três artigos interdependentes, traz, em seu conteúdo, o surgimento, a evolução e como se encontra constituído o conjunto de centros funcionalmente articulados entre si, nessa região da Bahia, no início do século XXI. Diante da complexidade da organização socioespacial regional, acompanhada por diversos processos sociais, históricos e econômicos espaço-temporais, a atualidade da rede urbana, nesse recorte espacial específico da Bahia, orienta para possíveis mudanças estruturais que podem ocasionar rupturas no padrão de rede preestabelecido, sobretudo por conta dos papéis urbanos desempenhados pelos principais centros da atualidade: Barreiras e Luís Eduardo Magalhães. A relação entre ambos, que, por ora, aparenta-se competitiva, pode designar alterações tanto na forma quanto no conteúdo da rede urbana regional, ou seja, de como a divisão territorial do trabalho, materializada no cerrado baiano por meio da rede urbana, responde às necessidades da reprodução do capital, como definir o núcleo detentor do controle sobre a região no sentido de manutenção do sistema produtivo. Com uma linguagem dinâmica, resgatando, inclusive, a historicidade da região também denominada Além São Francisco, esta leitura tenta despertar o interesse dos mais diversos leitores, especialmente aqueles vinculados às Ciências Humanas, como a Geografia, a História, a Sociologia, a Economia e áreas afins.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 49,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-3948-7


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 20/11/2019


Número de páginas: 125


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Iann Dellano da Silva Santos.

O livro A rede urbana do Oeste Baiano não é uma revisão bibliográfica aprofundada sobre o tema rede urbana, tampouco uma mera descrição desse tipo particular de rede na região do Oeste Baiano. Apesar da sua característica previamente pragmática, esta obra, oriunda da reunião de três artigos interdependentes, traz, em seu conteúdo, o surgimento, a evolução e como se encontra constituído o conjunto de centros funcionalmente articulados entre si, nessa região da Bahia, no início do século XXI. Diante da complexidade da organização socioespacial regional, acompanhada por diversos processos sociais, históricos e econômicos espaço-temporais, a atualidade da rede urbana, nesse recorte espacial específico da Bahia, orienta para possíveis mudanças estruturais que podem ocasionar rupturas no padrão de rede preestabelecido, sobretudo por conta dos papéis urbanos desempenhados pelos principais centros da atualidade: Barreiras e Luís Eduardo Magalhães. A relação entre ambos, que, por ora, aparenta-se competitiva, pode designar alterações tanto na forma quanto no conteúdo da rede urbana regional, ou seja, de como a divisão territorial do trabalho, materializada no cerrado baiano por meio da rede urbana, responde às necessidades da reprodução do capital, como definir o núcleo detentor do controle sobre a região no sentido de manutenção do sistema produtivo. Com uma linguagem dinâmica, resgatando, inclusive, a historicidade da região também denominada Além São Francisco, esta leitura tenta despertar o interesse dos mais diversos leitores, especialmente aqueles vinculados às Ciências Humanas, como a Geografia, a História, a Sociologia, a Economia e áreas afins.