Alunos com Deficiência: Inclusão, Desafios, Interações e Possibilidades

Ref: 978-85-473-0899-5

Houve um tempo em que pessoas com deficiência eram isoladas das demais pessoas. Houve outro tempo em que as pessoas com deficiência eram percebidas, mas sem direitos para frequentar as escolas junto daquelas sem deficiência. Chegou o tempo em que, a partir de novas concepções, leis e entendimentos, voltou-se a atenção para os alunos com deficiência por meio da tentativa de legitimidade e direito a uma escolarização de qualidade.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 56,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0899-5


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 16/04/2018


Número de páginas: 199


Encadernação: Brochura


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Silvana Matos Uhmann.

Houve um tempo em que pessoas com deficiência eram isoladas das demais pessoas. Houve outro tempo em que as pessoas com deficiência eram percebidas, mas sem direitos para frequentar as escolas junto daquelas sem deficiência. Chegou o tempo em que, a partir de novas concepções, leis e entendimentos, voltou-se a atenção para os alunos com deficiência por meio da tentativa de legitimidade e direito a uma escolarização de qualidade.

Os sistemas de ensino precisam incorporar mecanismos que avancem em práticas inclusivas, mas estão todos eles conseguindo atingir os objetivos em relação à Educação Inclusiva? Este estudo tenciona as vivências de uma realidade escolar regular a fim de perceber a inclusão de alunos com deficiência a partir da concepção de toda a comunidade escolar, visto que o entendimento e desenvolvimento da inclusão perpassa por todos os sujeitos e segmentos da escola. Trata-se de perceber a inclusão mediante as concepções dos sujeitos envolvidos, considerando seus limites/desafios e reconhecendo as possibilidades de mudanças.

A leitura apresenta a inclusão de alunos com deficiência em escolas regulares como tema que merece destaque, visto que problematiza políticas, práticas escolares e entendimentos que, como um processo, precisa ser constantemente discutida, problematizada, pensada. Trata-se de um processo inacabado que desafia situações de exclusão, desafia a escola, a sociedade, eu e você.