Política Energética no Brasil: Sua Participação no Desenvolvimento e no Relacionamento Internacional

Ref: 978-85-473-4201-2

A energia é uma promissora forma de o Brasil obter ganhos na economia internacional. Petróleo, gás natural e etanol podem trazer ao país recursos tão necessários ao necessário desenvolvimento, à criação de empregos de qualidade, pesquisa e industrialização em base avançada tecnológica. Além disso, a dimensão da energia não é apenas nacional, que interessa apenas ao Brasil; é também questão internacional, pois depende de acordos diplomáticos que o país integra.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 72,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-4201-2


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 04/02/2020


Número de páginas: 335


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 23 cm


Comprimento: 16 cm


Altura: 2 cm


1. José Alexandre Altahyde Hage.

A energia é uma promissora forma de o Brasil obter ganhos na economia internacional. Petróleo, gás natural e etanol podem trazer ao país recursos tão necessários ao necessário desenvolvimento, à criação de empregos de qualidade, pesquisa e industrialização em base avançada tecnológica. Além disso, a dimensão da energia não é apenas nacional, que interessa apenas ao Brasil; é também questão internacional, pois depende de acordos diplomáticos que o país integra. Podemos dizer que energia é cooperação, mas também é conflito se não for bem negociada. Da mesma forma, são relevantes boas políticas domésticas para tirar melhor proveito dos recursos energéticos nacionais. A história do Brasil nos últimos cem anos não pode ser amplamente compreendida sem levar em conta sua relação com energia, suas necessidades e vantagens adquiridas pelo tempo e a maneira como a política energética brasileira vem sendo construída desde o início do século XX. O objetivo deste livro é apresentar ao leitor um panorama de temas ligados à energia no Brasil e suas implicações históricas, políticas, jurídicas, diplomáticas e econômicas. O livro é composto por especialistas da universidade, do serviço público e de empresas que trabalham com o tema e abrem um debate tão salutar para nosso atual momento. Qual é a importância do petróleo, do gás natural e do etanol na atividade internacional do Brasil? Se esses recursos podem melhorar nossa vida econômica, como isso pode ser feito? Devemos abandonar o modelo nuclear por causa de suas implicações ambientais e críticas internacionais? O Brasil sempre teve uma política energética regular ou ela é trabalhada conforme as circunstâncias e interesses partidários? Essas são questões que o livro procura responder e dar ao leitor a possibilidade da reflexão. Embora seja uma expressão largamente usada, energia é poder.