A Tecnologia da Videoconfêrencia nos Julgamentos do Tribunal do Júri

Ref: 978-85-473-4318-7

A presente obra busca demonstrar que a tecnologia, principalmente a da videoconferência pode ser uma grande aliada como instrumento para assegurar aos acusados de homicídio o direito fundamental de serem julgados em tempo razoável. O trabalho faz uma abordagem sobre a realidade da taxa de homicídio em vários países do mundo, restringindo, na sequência, ao Brasil e, ao final, particularizando a cidade de Campo Grande, capital do estado de Mato Grosso do Sul.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 52,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 18,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-85-473-4318-7


ISBN Digital: 978-85-473-4319-4


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 14/02/2020


Número de páginas: 111


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Aluizio Pereira dos Santos.

A presente obra busca demonstrar que a tecnologia, principalmente a da videoconferência pode ser uma grande aliada como instrumento para assegurar aos acusados de homicídio o direito fundamental de serem julgados em tempo razoável. O trabalho faz uma abordagem sobre a realidade da taxa de homicídio em vários países do mundo, restringindo, na sequência, ao Brasil e, ao final, particularizando a cidade de Campo Grande, capital do estado de Mato Grosso do Sul. No curso do trabalho, são feitas considerações sobre os princípios que permitem ao magistrado interpretar a lei em benefício da sociedade e dos acusados que ficam no aguardo dos seus julgamentos por muitos anos, fundamentando, assim, a realização dos júris simultâneos com a observância das regras processuais. Concluindo, ao final, que tal prática inovadora trouxe resultados profícuos no sentido de que a espera dos acusados por muitos anos para serem julgados, em muito, foi reduzida sem ofensa às regras de processo judicial.