Cinema Doméstico Brasileiro (1920-1965)

Ref: 978-65-86034-52-3

O livro Cinema Doméstico Brasileiro (1920-1965) desenvolveu-se em duas vertentes, tendo como foco de estudo um corpus constituído por filmes caseiros produzidos por cinco famílias.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 62,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-86034-52-3


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 03/03/2020


Número de páginas: 241


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Thais Continentino Blank.

O livro Cinema Doméstico Brasileiro (1920-1965) desenvolveu-se em duas vertentes, tendo como foco de estudo um corpus constituído por filmes caseiros produzidos por cinco famílias. Na primeira vertente, a autora se debruça sobre a origem e o desenvolvimento da prática do cinema doméstico a partir dos anos 1920, no Brasil. Para este estudo, baseia-se na análise das disputas comerciais que marcaram a entrada no mercado dos equipamentos voltados exclusivamente para uso caseiro; nas publicações dos anos 1920 e 1930 dirigidas ao público amador e na recuperação do contexto de produção das imagens que formam o corpus. Na segunda vertente, acompanha o percurso migratório dos filmes domésticos, seu ingresso nas cinematecas e sua retomada em documentários contemporâneos. Interroga as estratégias empregadas na incorporação de registros familiares em centros de preservação de documentos audiovisuais e os diferentes gestos de reapropriação e ressignificação por parte de artistas que os retomaram em suas obras.