Educação e Fonoaudiologia: Práticas Colaborativas de Ensino

Ref: 978-65-5523-001-7

Por que algumas crianças “não aprendem”?Já tentei de tudo! É melhor encaminhar para uma avaliação.Como ensinar essas crianças sem prejudicar aqueles que aprendem?Tais narrativas estão presentes no cotidiano escolar. Os problemas de aprendizagem são desafios diários enfrentados pelos gestores, professores e equipe escolar.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 38,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 17,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-5523-001-7


ISBN Digital: 978-65-5523-006-2


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 02/05/2020


Número de páginas: 103


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Paula Mieco Koizumi Masuyama.

2. Renata Portela Rinaldi.

Por que algumas crianças “não aprendem”?
Já tentei de tudo! É melhor encaminhar para uma avaliação.
Como ensinar essas crianças sem prejudicar aqueles que aprendem?
Tais narrativas estão presentes no cotidiano escolar. Os problemas de aprendizagem são desafios diários enfrentados pelos gestores, professores e equipe escolar.
O que fazer? Com certeza achar o que está causando esses problemas. Mas como? Simples! Basta encaminhar aos postos de saúde e clínicas interdisciplinares para saber o motivo do “não aprender”.
Será que um laudo é suficiente? Ou um remedinho… quem sabe?
Será? Distanciando-se da crescente necessidade de patologização e medicalização, este livro traz outro olhar… Apresenta uma perspectiva que converge para a situação de que, independentemente do diagnóstico, essas crianças estão e estarão na escola e têm o direito de receber uma educação de qualidade, ou seja, de aprender.
O que fazer? Como fazer?
Nesta obra, buscamos compartilhar algumas experiências e estratégias que nos ajudaram a refletir sobre essas questões, a partir de um trabalho de colaboração entre as áreas da Educação e da Fonoaudiologia. A experiência ocorreu por meio de um programa de formação continuada com professores dos anos iniciais do ensino fundamental que foram desafiados a (re)pensar sobre a prática pedagógica, visando a superar ou minimizar os dilemas cotidianos no ensino e na aprendizagem da linguagem escrita.
Ao compartilhar essa experiência, almejamos contribuir para a reflexão de professores e profissionais que atuam na área da Educação e da Fonoaudiologia educacional.