Autocontrole Ético, Macrocomportamento e Fenômenos Culturais: Um Estudo Experimental com Estudantes Universitários

Ref: 978-65-5523-794-8

Você tem em suas mãos uma obra original e de valor, produzida de forma a quebrar barreiras significativas para a produção e disseminação do conhecimento científico no Brasil, em especial o saber associado à pesquisa comportamental acerca de fenômenos culturais.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 47,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 16,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-5523-794-8


ISBN Digital: 978-65-5523-799-3


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 13/08/2020


Número de páginas: 83


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Francisco Solano Maia Moura.

Você tem em suas mãos uma obra original e de valor, produzida de forma a quebrar barreiras significativas para a produção e disseminação do conhecimento científico no Brasil, em especial o saber associado à pesquisa comportamental acerca de fenômenos culturais. Algumas das características desta obra, como seu delineamento (forma e conteúdo da investigação), o público-alvo delimitado e a forma de publicação dos resultados, refletem a decisão de seu autor de buscar não só láureas acadêmicas, mas também uma consistente contribuição para a disseminação do conhecimento e o aprimoramento de nossa sociedade.


No campo da psicologia experimental, o interesse dos estudiosos sobre fenômenos socioculturais é recente. A partir da década de 1980 começam a ser construídos trabalhos e experimentos que viriam a delinear as formas como os estudantes do comportamento humano podem contribuir para a compreensão dos fenômenos culturais. Em um dos trabalhos seminais do campo, Glenn e Malagodi (1991) delimitam que o conteúdo do comportamento humano ocorre em um processo evolucionário durante a sua vida; já o conteúdo cultural origina-se quando o repertório de dois ou mais indivíduos formam uma unidade duradoura, que durará mais do que a vida daqueles indivíduos. A relevância deste trabalho e sua potencial utilização empírica levou Francisco Solano a delimitar outras duas características distintivas presentes nesta obra: o público-alvo e a forma de publicação e disseminação dos resultados. Ele dirige sua obra a um público de especialistas e não especialistas, o que ainda não é muito comum em trabalhos de psicologia experimental no Brasil. Por último, a forma de publicação de sua pesquisa acadêmica como livro também reflete essa intenção de deixar a obra disponível a um público mais amplo, permitindo sua aplicação para resolução de problemas sociais.


Ambas as ações, delimitação de público-alvo amplo e por meio de livro, vão ao encontro de um movimento para superar a falsa dicotomia colocada entre sociedade e universidade, em última instância, entre teoria e prática.