Relações Étnico-Raciais no Contexto Quilombola Currículo, Docência e Tecnologia

Ref: 978-65-5523-700-9

Analisar como os professores da Escola Municipal Pastor Alcebíades Ferreira de Mendonça, que atende alunos pertencentes à comunidade remanescente de quilombo de Sobara, em Araruama, no Rio de Janeiro, incorporam aos debates curriculares a questão das relações étnico-raciais, a partir de experiências vivenciadas no cotidiano do espaço escolar, é o artefato central desta obra.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 47,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 16,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-5523-700-9


ISBN Digital: 978-65-5523-707-8


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 28/08/2020


Número de páginas: 109


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Ana Carolina Mota da Costa Batista.

Analisar como os professores da Escola Municipal Pastor Alcebíades Ferreira de Mendonça, que atende alunos pertencentes à comunidade remanescente de quilombo de Sobara, em Araruama, no Rio de Janeiro, incorporam aos debates curriculares a questão das relações étnico-raciais, a partir de experiências vivenciadas no cotidiano do espaço escolar, é o artefato central desta obra. Ela propõe retomar discussões sobre as relações étnico-raciais e o ensino da temática de história e cultura afro-brasileira no currículo, a partir das Leis 10.639/2003 e 11.645/2008, considerando também a perspectiva da autonomia do trabalho docente na construção do currículo e no diálogo com os processos históricos de resistência negra e de enfrentamento das formas explícitas e implícitas de racismo. A partir das experiências e saberes acumulados, o professor e sua relevante contribuição foram considerados para se pensar nos possíveis avanços sobre a inclusão da História da África e Cultura Afro-brasileira no currículo. Tamanho debate traz como proposta pedagógica uma formação continuada que objetiva apresentar ao professor uma ferramenta tecnológica educacional para pesquisar, compartilhar e dialogar sobre as relações étnico-raciais junto a seus pares.