As Famílias e as Tecnologias Digitais: A Comunicação pela Articulação de Vieses não Antes Explorados

Ref: 978-85-473-0651-9

A obra As famílias e as tecnologias digitais: a comunicação pela articulação de vieses não antes explorados vem iluminar a comunicação em família – entendida como comportamento, portanto como interação e relacionamento –, tendo por fio condutor a influência das (novas) tecnologias (digitais). A polêmica e controversa temática vem despertando o interesse de pesquisadores da Comunicação e da Educação, de psicólogos e terapeutas de família, de sociólogos e filósofos, de acadêmicos e cidadãos e segue inquietando os membros das famílias – pais e mães, cônjuges, filhos e irmãos, avós e netos –, que percebem sua comunicação impactada pelo uso das mídias digitais. 


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 55,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 25,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0651-9


ISBN Digital: 978-85-473-0651-9


Edição: 1


Ano da edição: 2017


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 205


Peso: 200 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Ieda Tinoco Boechat.

A obra As famílias e as tecnologias digitais: a comunicação pela articulação de vieses não antes explorados vem iluminar a comunicação em família – entendida como comportamento, portanto como interação e relacionamento –, tendo por fio condutor a influência das (novas) tecnologias (digitais). A polêmica e controversa temática vem despertando o interesse de pesquisadores da Comunicação e da Educação, de psicólogos e terapeutas de família, de sociólogos e filósofos, de acadêmicos e cidadãos e segue inquietando os membros das famílias – pais e mães, cônjuges, filhos e irmãos, avós e netos –, que percebem sua comunicação impactada pelo uso das mídias digitais. Neste livro, a autora adota uma perspectiva histórica para caminhar da tradição oral à cultura digital e explorar as redes sociais (digitais) na “sociedade em rede”, apresentando uma abordagem sócio-histórica de família nesta sociedade desde sempre tecnológica e o comportamento social no ciberespaço. Paralelamente, para chegar ao comportamento familiar no espaço virtual, adotando a concepção sistêmica de família, a autora alude às transformações por que passam as famílias ao longo de seus “ciclos de vida”, aos aspectos geracionais, à comunicação como comportamento e interação e ao entendimento sistêmico de identidade. Apoiada no pensamento complexo moriniano e a partir da perspectiva sistêmica, a proposta de natureza interdisciplinar propicia um profícuo diálogo entre duas grandes áreas do conhecimento, quais sejam, a Evolução das Tecnologias da Informação e Comunicação e a Abordagem Sistêmica de Família, para analisar a maneira pela qual o uso das novas tecnologias digitais impacta as relações comunicacionais no contexto interacional das famílias na sociedade ocidental contemporânea. A autora postula que a evolução tecnológica promove, historicamente, efeitos que, articulados a fatores econômicos, sociais, culturais e políticos, geram novos contextos no sistema macrossocial, que propõem novidades aos atores sociais/membros das famílias, às quais eles tentam corresponder, produzindo modificações consideráveis na comunicação no contexto familiar. Trata-se, portanto, de uma obra atual e inédita em suas múltiplas conjecturas, de leitura indispensável aos profissionais das áreas envolvidas no debate, bem como às diferentes gerações que compõem as famílias contemporâneas e os diversos segmentos de uma sociedade em constante (re)construção.