Gestão Colaborativa do Conhecimento em Rede na Educação à Distância

Ref: 978-65-5523-152-6

Esta obra apresenta práticas inovadoras de gestão do conhecimento e de inovação a partir de estudos que foram desenvolvidos em rede e praticados de forma colaborativa no Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB).


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 81,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 28,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-5523-152-6


ISBN Digital: 978-65-5523-151-9


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 21/10/2020


Número de páginas: 295


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Silvar Ferreira Ribeiro.

Esta obra apresenta práticas inovadoras de gestão do conhecimento e de inovação a partir de estudos que foram desenvolvidos em rede e praticados de forma colaborativa no Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). Esses processos foram criados desde a concepção da UAB e implementados no período de consolidação da modalidade de Educação a Distância nas universidades públicas brasileiras, que teve início no ano de 2006. Foram utilizadas técnicas de mapeamento cognitivo para desenvolver as análises, buscando-se a utilização desta experiência e a sua sistematização, para delinear o processo que recebeu o nome de Gestão Colaborativa do Conhecimento em Rede (GCCR), que utiliza as tecnologias da informação na gestão do conhecimento nas universidades. Após o mapeamento dos processos, realizados a partir da Universidade do Estado da Bahia, considerando a sua participação na UAB e a sua interação com as demais instituições que integram o sistema, foram realizadas reflexões com a utilização de modelos de análises, desenvolvidos para esse fim, a partir das quais foram considerados os aspectos legais e as diretrizes criadas pelo Sistema UAB, desde a sua concepção e que motivaram a sua morfologia de rede colaborativa de gestão do conhecimento. Foram analisadas, ainda, as práticas interativas nos processos de gestão do conhecimento, os quais foram desenhados em forma de mapas cognitivos, a partir dos referenciais teóricos que serviram de base. Os referenciais para o estudo das competências e do exercício prático da competência colaboração pelas instituições de ensino superior integrantes do Sistema, no seu dia a dia, foram o resultado do estágio de doutorado sanduíche, realizado na Open University, no Reino Unido, em 2013, do qual vieram também as discussões sobre Recursos Educacionais Abertos (REA) e o aprofundamento das técnicas da cartografia cognitiva, amplamente empregada. Os procedimentos de gestão decorrentes desse processo foram registrados e analisados para dar-lhes maior visibilidade, buscando maior consistência à sua compreensão como processo gerencial e visando possibilitar o seu uso em prol da qualidade da gestão do conhecimento na educação superior a distância. Os resultados deixam evidente a existência de um processo inovador de gestão do conhecimento na universidade, que tem como base principal o exercício da competência colaboração e se concretiza por meio de uma rede de interações entre os componentes do sistema, utilizando comunidades virtuais na internet, criadas para esse fim, e outras estruturas de encontros presenciais sistematicamente realizados.