Grande Imprensa: Jornalismo, Fortuna e Poder no Brasil

Ref: 978-65-5523-333-9

Nos últimos dois séculos a imprensa brasileira vem desempenhando um importante papel na construção e no fortalecimento das instituições nacionais. E, ao longo dessa trajetória, estabeleceu uma relação errática com o poder, ora servindo-o, ora servindo-se dele. E foi justamente dessa proximidade que surgiram os primeiros grandes empresários do jornalismo brasileiro, que apoiados nos novos conceitos de notícia, surgidos no final do século XIX, construíram fortuna e impérios.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 55,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-5523-333-9


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 27/10/2020


Número de páginas: 177


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Henrique Moreira.

Nos últimos dois séculos a imprensa brasileira vem desempenhando um importante papel na construção e no fortalecimento das instituições nacionais. E, ao longo dessa trajetória, estabeleceu uma relação errática com o poder, ora servindo-o, ora servindo-se dele. E foi justamente dessa proximidade que surgiram os primeiros grandes empresários do jornalismo brasileiro, que apoiados nos novos conceitos de notícia, surgidos no final do século XIX, construíram fortuna e impérios.

Este livro foi escrito com a intenção de desvendar os momentos e as condições em que as mudanças promovidas pela economia, pela política e também pela tecnologia impactaram a ação da imprensa no Brasil.

Essas mudanças, que numa perspectiva Weberiana chamamos de “mudanças estruturais”, se tornaram essenciais para que o jornalismo brasileiro alterasse sua característica fundamental, deixando de ser um jornalismo centrado nas questões políticas (e que vivia à sombra dos partidos e dos políticos) para se tornar comercial, competitivo, inspirado no jornalismo norte-americano.

Já para aqueles que se preocupam com o futuro do jornalismo e dos jornalistas, acreditamos que o livro deixa claro que as mudanças que ocorreram ao longo da história levaram ao fortalecimento da imprensa e à ampliação da sua influência junto sociedade. E estamos vivendo um importante momento de mudanças estruturais no jornalismo.

E por que seria diferente agora?