A Teoria do Desenvolvimento de Celso Furtado Diálogos entre as Teses do Subdesenvolvimento

Ref: 978-65-5523-914-0

O livro A Teoria do Desenvolvimento de Celso Furtado: diálogos entre as teses do subdesenvolvimento surgiu da análise da Teoria do Desenvolvimento de Celso Furtado em uma fase do seu pensamento, que sintetizou o compêndio da sua interpretação por intermédio das suas obras produzidas nos anos 1950 a 1967, concomitantemente com a circulação das ideias propaladas no campo científico pelas teses do subdesenvolvimento formuladas no centro capitalista pelos teóricos Walt Rostow, Ragnar Nurkse e Gunnar Myrdal.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 49,00 R$ 39,20 20% off
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-5523-914-0


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 12/11/2020


Número de páginas: 159


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Rafael Gonçalves Gumiero.

O livro A Teoria do Desenvolvimento de Celso Furtado: diálogos entre as teses do subdesenvolvimento surgiu da análise da Teoria do Desenvolvimento de Celso Furtado em uma fase do seu pensamento, que sintetizou o compêndio da sua interpretação por intermédio das suas obras produzidas nos anos 1950 a 1967, concomitantemente com a circulação das ideias propaladas no campo científico pelas teses do subdesenvolvimento formuladas no centro capitalista pelos teóricos Walt Rostow, Ragnar Nurkse e Gunnar Myrdal. Este livro é direcionado para estudantes dos cursos de graduação na área de Ciências Humanas e de Ciências Sociais Aplicadas e leitores(as) em geral e se dedica a contribuir com a galeria de intérpretes da teoria de Celso Furtado, pela formulação de uma análise comparativa entre as interpretações de Celso Furtado, Walt Rostow, Ragnar Nurkse e Gunnar Myrdal, cujo objetivo é apresentar como a Teoria do Desenvolvimento na periferia capitalista foi formulada por Celso Furtado, a partir da circulação de ideias, influências e ressignificação dos conceitos elaborados pioneiramente nos países do centro capitalista. O prisma de análise deste livro é a comparação teórica das teses dos autores do centro capitalista e apresentar como Celso Furtado, pela influência da recepção dessas interpretações, mais precisamente pela ressignificação dessas teses, formulou uma interpretação original do subdesenvolvimento na periferia capitalista e ampliou a percepção desta temática, originalmente discutido no campo simbólico das Ciências Econômicas para a Ciência Política, ao incorporar novas categorias em sua Teoria do Desenvolvimento.