A Cultura nos Livros Didáticos

Ref: 978-65-5820-371-1

Qual é a cultura apresentada nos livros didáticos? De que forma ela é considerada válida por esse material? A quem se apresenta? Como é proposta para o ensino? Essas são as questões investigadas no livro A cultura nos livros didáticos.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 62,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 22,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-5820-371-1


ISBN Digital: 978-65-5820-386-5


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 01/12/2020


Número de páginas: 185


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Lara Chaud Palacios Marin.

Qual é a cultura apresentada nos livros didáticos? De que forma ela é considerada válida por esse material? A quem se apresenta? Como é proposta para o ensino? Essas são as questões investigadas no livro A cultura nos livros didáticos.
A partir da análise de livros didáticos de Língua Portuguesa de diferentes períodos, Lara Chaud Palacios Marin caracteriza a cultura apresentada às crianças durante as séries iniciais do ensino primário nesse material de grande alcance na educação brasileira e demonstra como isso é feito mediante as orientações dadas às professoras, investigando o que é legitimado enquanto cultura pelo discurso pedagógico. Se, por um lado, valoriza-se a presença do cânone literário, representado e preservado pelos diversos gêneros literários, como a poesia, por outro, percebem-se incursões da cultura infantil por meio de parlendas, histórias em quadrinhos e ilustrações, além da presença da mídia nos livros mais recentes, mediante imagens e referências a desenhos animados e filmes. Ao observar essas variações, investigam-se as relações de poder referentes à cultura presentes no discurso pedagógico. Para essa análise, a autora apresenta um histórico da produção de material didático no Brasil e discute os diferentes valores atribuídos às culturas percebidas nas páginas dos livros didáticos, as quais apresentam uma função social para o ensino da moralidade e civilidade, além de serem recursos didáticos para o ensino da Língua Portuguesa.
Por meio da caracterização dos modos de presença das produções culturais nos livros didáticos, a obra discute aspectos do discurso pedagógico sobre a cultura, apontando como esses materiais participam do processo civilizador, selecionando e transmitindo valores culturais, civis, morais e nacionais, além de legitimarem a cultura neles transmitida, instituindo um governo à distância com relação ao ensino e à aprendizagem na escola.