Odontologia na Rotina Assistencial em UTI

Ref: 978-65-5820-458-9

Pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) podem apresentar condições bucais insatisfatórias desde a sua admissão, ou desenvolvê-las durante o período da internação. Estas podem estar associadas ao aumento do tempo de permanência e consequentemente dos custos hospitalares, e quando associadas às doenças respiratórias, com o aumento da morbidade e mortalidade.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 39,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-5820-458-9


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 21/12/2020


Número de páginas: 81


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Luana C. Diniz Souza.

2. Fernanda Ferreira Lopes .

Pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) podem apresentar condições bucais insatisfatórias desde a sua admissão, ou desenvolvê-las durante o período da internação. Estas podem estar associadas ao aumento do tempo de permanência e consequentemente dos custos hospitalares, e quando associadas às doenças respiratórias, com o aumento da morbidade e mortalidade. Além da cavidade bucal de pacientes críticos funcionar como um reservatório de patógenos respiratórios associados à pneumonia associada a ventilação mecânica (PAV), a condição bucal influencia na evolução do quadro desses pacientes.
Assim, faz-se necessário a inclusão dos cuidados odontológicos nos pacotes de medidas de prevenção de infecções respiratórias, bem como na rotina assistencial da UTI. Da mesma forma que é importante conhecer os processos para a implantação do serviço de Odontologia em UTI, bem como obter eficácia e efetividade com suas ações, não só na saúde bucal dos pacientes, mas também na evolução clínica. Proporcionando, além de uma condição bucal satisfatória durante a internação, cuidados de conforto e o aumento da adesão das equipes de enfermagem à realização da higiene bucal, o que reflete em menores taxas de PAV e humanização do cuidado.
Os cuidados odontológicos em UTI visam além do controle de infecções, o alívio da dor e de sintomas de diversas alterações bucais, bem como proporcionar conforto e qualidade de vida aos pacientes. Aspectos odontológicos que influenciam não só na alimentação do paciente e sua fala, mas também em aspectos psicológicos, como na autoestima e autoconfiança, aspectos emocionais que interferem na recuperação clínica e na comunicação efetiva com equipe e familiares.
O olhar da Odontologia contribui para a assistência integral do paciente, por isso apresentamos um Pacote de Cuidados em Odontologia, bem como sua efetiva inserção na rotina assistencial em UTIs. Pois através destes, contribui-se na manutenção da saúde bucal dos pacientes durante a internação, nos protocolos de prevenção de infecções relacionadas a assistência em saúde, na segurança do paciente, no aumento da rotatividade de leitos, na diminuição de óbitos e de custos hospitalares, além do efetivo cuidado humanizado ao paciente.