Relações Teoria-Prática Na Formação De Professores De Ciências e Biologia

Ref: 978-65-5820-452-7

O livro Relações teoria-prática na formação de professores de Ciências e Biologia aborda, como o título menciona, a questão das relações teoria-prática, buscando integrar discussões sobre políticas de formação de professores no Brasil e sobre processos de aprendizagem para a docência que ocorrem no contexto do cotidiano da sala de aula de disciplinas de cursos de licenciatura. No ano de 2002, a publicação de normatizações oficiais, com o objetivo de orientar e regulamentar cursos de licenciaturas, resultou em reformas curriculares em várias instituições de ensino superior. Nos últimos anos, mudanças na legislação têm sido particularmente comuns, desafiando formadores de professores. Assim, tornou-se ainda mais pertinente conhecer em profundidade processos envolvidos na implementação de normatizações que buscavam contemplar a questão do papel das relações teoria-prática na formação de professores, tendo como um dos principais instrumentos a obrigatoriedade de carga horária da prática como componente curricular.  


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 59,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 26,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-5820-452-7


ISBN Digital: 978-65-5820-474-9


Edição: 1


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 235


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 23 cm


Comprimento: 16 cm


Altura: 2 cm


1. Gabriel Menezes Viana.

2. Danusa Munford.

O livro Relações teoria-prática na formação de professores de Ciências e Biologia aborda, como o título menciona, a questão das relações teoria-prática, buscando integrar discussões sobre políticas de formação de professores no Brasil e sobre processos de aprendizagem para a docência que ocorrem no contexto do cotidiano da sala de aula de disciplinas de cursos de licenciatura. No ano de 2002, a publicação de normatizações oficiais, com o objetivo de orientar e regulamentar cursos de licenciaturas, resultou em reformas curriculares em várias instituições de ensino superior. Nos últimos anos, mudanças na legislação têm sido particularmente comuns, desafiando formadores de professores. Assim, tornou-se ainda mais pertinente conhecer em profundidade processos envolvidos na implementação de normatizações que buscavam contemplar a questão do papel das relações teoria-prática na formação de professores, tendo como um dos principais instrumentos a obrigatoriedade de carga horária da prática como componente curricular.

O estudo foi desenvolvido em uma disciplina desse componente curricular, o Laboratório de Ensino de Patologia. Nas aulas, futuros professores elaboraram planos de aula para ensinar temas relacionados à saúde na educação básica. Ao socializarem seus planejamentos com os colegas e a professora-formadora construíam, coletivamente, o que contava como prática e como teoria, e suas relações.

Nossos resultados, baseados na análise de eventos de diferentes aulas, apontam que as relações teoria-prática, quando assumidas como a ordenação entre princípios pedagógicos e referências ao contexto de prática profissional do professor de Ciências, possivelmente ocorrem em vários momentos, em especial, quando são estabelecidos debates em torno de atividades do professor na escola. Identificamos ainda que os participantes mobilizam experiências, vividas ou imaginadas, e discursos situados em diferentes espaços sociais (escolares ou não). O estudo evidencia a complexidade dos processos de construção de relações teoria-prática em sala de aula.