Linguagem e T21: Reflexões à Luz de Neurolinguística Discursiva (ND) e Teoria Histórico-Cultural (THC)

Ref: 978-65-5820-805-1

Esta coletânea apresenta parte da produção científica desenvolvida no Grupo de Estudos e Pesquisa em T21 – “Fala Down” e traz ao leitor o resultado de pesquisas aprofundadas a partir da Neurolinguística Discursiva (ND) e da Teoria Histórico-Cultural (THC) realizadas no Laboratório de Pesquisa em Neurolinguística (Lapen) da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGLin) e ao Departamento de Estudos Linguísticos e Literário (DELL).


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 49,00 R$ 34,30 31% off
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-5820-805-1


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 05/02/2021


Número de páginas: 181


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Carla Salati Almeida Ghirello-Pires.

Esta coletânea apresenta parte da produção científica desenvolvida no Grupo de Estudos e Pesquisa em T21 – “Fala Down” e traz ao leitor o resultado de pesquisas aprofundadas a partir da Neurolinguística Discursiva (ND) e da Teoria Histórico-Cultural (THC) realizadas no Laboratório de Pesquisa em Neurolinguística (Lapen) da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGLin) e ao Departamento de Estudos Linguísticos e Literário (DELL).
As pesquisas apresentadas em cada um dos capítulos da obra trazem à luz um conjunto de dados importantes e originais focados na produção de conhecimento sobre a linguagem do indivíduo com síndrome de Down, denominados na atualidade como T21, considerando ser a área da Linguagem a de maior comprometimento para essas pessoas, sendo um gerador de grandes dificuldades na comunicação desses indivíduos.
A linguagem tem importância vital para a vida de qualquer pessoa, pois é somente por meio dela que se revela o princípio da sua humanidade, sendo ela uma capacidade inerente ao Ser e o que diferencia os homens dos animais. É ainda por meio da linguagem que organizamos nosso pensamento e, assim, fazemos internalização do signo linguístico.
Assim, os estudos aqui evidenciados, resultados de pesquisas sobre a linguagem da pessoa com T21, demonstram importância, pois poderão levar a compreensão das especificidades da linguagem desses indivíduos, debelando os mitos que envolvem a apropriação e o desenvolvimento da linguagem dessa população.
Esta é, assim, a primeira publicação/divulgação das pesquisas realizadas no Grupo de Estudo e de Pesquisa em Linguagem e T21 – “Fala Down”, que tem o intuito de divulgar e socializar de forma ampla a nossa produção científica, ou seja, os resultados das nossas pesquisas desenvolvidas.