Topsoil: Significado e Diretrizes para o Uso e Ocupação do Solo

Ref: 978-65-5820-414-5

Diante de tantas complexidades, de cenários e futuros eventos ainda em construção pós-pandemia de 2020, o atendimento às mudanças climáticas que devem ser mantidos em cobranças, posicionamentos para se reduzir e não simplesmente zerar, mas dar ganhos positivos ao meio ambiente são prementes e mais que necessários.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 42,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-5820-414-5


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 08/03/2021


Número de páginas: 167


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Sasquia Hizuru Obata.

Diante de tantas complexidades, de cenários e futuros eventos ainda em construção pós-pandemia de 2020, o atendimento às mudanças climáticas que devem ser mantidos em cobranças, posicionamentos para se reduzir e não simplesmente zerar, mas dar ganhos positivos ao meio ambiente são prementes e mais que necessários. No sentido de oferta de emissões negativas de carbono, adotar o novo significado do topsoils pode oferecer essa aderência, contextualizado com o emergente relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) e marcando um contraponto para interessados na sustentabilidade pelo setor da construção civil por conceitos e diretrizes. Para os profissionais da construção civil e de empreendimentos imobiliários, trata-se de fornecer as bases para a produção por meio da apresentação dos tópicos da certificação LEED, como sendo a de maior reconhecimento no mercado e especificando os créditos e pontos relativos ao solo e local da construção nas versões vigentes. Este livro conta com exemplos, algumas tendências do manejo do topsoils no mundo, um painel geral das atuações em curto e médio prazos acerca da rede zero de emissões de carbono, a visão centrada da Europa em retrofit e zero energia e em sintonia com os desafios técnicos da análise de ciclo de vida. Como resposta às emissões negativas de carbono, explora as potencialidades das áreas verdes e as oportunidades que a manutenção da qualidade dos topsoils pode gerar. Como contribuição e ressignificação do solo e dos topsoils como recursos naturais limitados, apresenta um novo caminho sobre como podemos zerar e negativar as emissões de carbono por estarmos tão próximo de um microbioma que é o solo, cuja superfície se revela como de maior potência para regular as emissões de carbono orgânico presente na TERRA e, também, regulador da vida – como um “ser” que é o berço e túmulo da vida. Sua leitura se mostra necessária por apresentar fundamentos sobre o topsoil partindo de conceitos, características não vistas nos conteúdos de graduações e formações de profissionais da construção civil, arquitetura e urbanismo, de tecnólogos e atuantes em áreas e temas sobre sustentabilidade e meio ambiente, revelando o valor da natureza do topsoils como um indivíduo e elemento carregado de vidas.