Adolescentes: Nos Discursos das Artes de Governo e na Mídia

Ref: 978-65-250-0183-8

O autor propõe-se a descrever os discursos assentados nos dispositivos de poder/saber que compõem o sistema socioeducativo, instituição controladora da vida de adolescentes que cumprem medidas por atos infracionais, em conformidade com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e a doutrina da proteção integral.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 49,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-0183-8


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 20/02/2021


Número de páginas: 153


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Ascêncio Franco dos Santos.

O autor propõe-se a descrever os discursos assentados nos dispositivos de poder/saber que compõem o sistema socioeducativo, instituição controladora da vida de adolescentes que cumprem medidas por atos infracionais, em conformidade com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e a doutrina da proteção integral.
A pesquisa compreende a administração compartilhada dos micropoderes/saberes da educação, da segurança, da assistência social e do direito, que somam forças para constituir os adolescentes e melhor governá-los. Problematiza os discursos dos jornais da mídia digital e dos documentos fílmicos Pixote: a lei do mais fraco e Cidade de Deus. Descreve os discursos dos saberes/poderes de um processo jurídico que envolve crianças e adolescentes na cidade de Cáceres (MT).
Essas questões do presente são detalhes que cada vez mais ganham visibilidade nos debates das instituições sociais. Ao trazê-las e problematizá-las, o autor realiza um ato político imbricado com o pensamento de Michel Foucault. A batalha incessante na captura das subjetividades, bem como as estratégias de resistências, não cessam. Como afirma Foucault: “Onde há poder há resistência”.