Formação de Lideranças na Educação de Profissionais de Saúde: Novos Currículos, Novas Abordagens

Ref: 978-65-250-0214-9

O livro Formação de lideranças na educação de profissionais de saúde: novos currículos, novas abordagens enfoca a relação entre saúde e educação superior no Brasil, incorporando elementos das teorias contemporâneas de currículo, aprendizagem de adultos, métodos ativos de ensino-aprendizagem e de avaliação.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 44,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 19,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-250-0214-9


ISBN Digital: 978-65-250-0212-5


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 04/03/2021


Número de páginas: 155


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Adriana Cavalcanti de Aguiar.

2. Mario Roberto Dal Poz .

3. Roberto José Avila Cavalcanti Bezerra.

O livro Formação de lideranças na educação de profissionais de saúde: novos currículos, novas abordagens enfoca a relação entre saúde e educação superior no Brasil, incorporando elementos das teorias contemporâneas de currículo, aprendizagem de adultos, métodos ativos de ensino-aprendizagem e de avaliação. Seus autores atuam no ensino na área de saúde, na graduação e na pós-graduação, trazendo provocações que envolvem novas tecnologias e a utilização da educação a distância (EaD) na formação de lideranças em saúde.
Analisando a relação entre educação e trabalho, aplicam conhecimentos a temas como a saúde do adolescente, a atenção a populações de rua, a saúde indígena, a vigilância em saúde e a prevenção do suicídio, que colocam importantes desafios à elaboração de currículos. A produção aqui reunida valoriza a necessária integração entre teoria e prática na formação profissional em saúde e o papel ativo do estudante, propondo novos formatos de curso, com olhar sensível e socialmente comprometido. Avançando no diálogo entre áreas clínicas e a Saúde Coletiva, os capítulos valorizam a atenção ao indivíduo e às comunidades. Além disso, enfrenta o desafio de projetar modelos de avaliação coerentes com as inovações no ensino, enfocando a avaliação formativa e a avaliação de egressos. Novas temáticas crescem em relevância a partir da experiência brasileira de ensino na pandemia de Covid-19, que instiga as instituições de ensino superior a desenvolverem novos formatos para oferta de cursos.