Um Enfoque de Gênero na Política Urbana no Brasil: Avanços e Contradições

Ref: 978-65-250-0357-3

A obra Um enfoque de Gênero na Política Urbana no Brasil: avanços e contradições de Ana Lúcia Alencar Burgos trata de um tema sobre a política urbana no Brasil, seu caráter fragmentário progressivo que, ao incorporar o enfoque e olhar do gênero feminino, supera o meramente biológico e avança para um determinismo cultural da desigualdade que se expressa no território.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 68,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 30,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-250-0357-3


ISBN Digital: 978-65-250-0359-7


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 22/03/2021


Número de páginas: 269


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Ana Lucia Alencar Burgos.

A obra Um enfoque de Gênero na Política Urbana no Brasil: avanços e contradições de Ana Lúcia Alencar Burgos trata de um tema sobre a política urbana no Brasil, seu caráter fragmentário progressivo que, ao incorporar o enfoque e olhar do gênero feminino, supera o meramente biológico e avança para um determinismo cultural da desigualdade que se expressa no território. O livro realça a participação e lutas das mulheres nas cidades, toma como referência intervenções públicas na cidade do Recife para demonstrar que a posição ocupada pelas mulheres enquanto cidadãs pode minimizar a opressão dos homens nas relações de poder nas cidades. Articula a perspectiva de gênero, participação das mulheres nas cidades, com os processos participativos em políticas públicas dos movimentos urbanos no Brasil, e em Recife. Apresenta os temas planejamento urbano e participação social, políticas urbanas e de habitação no Brasil, com destaque para Recife, com seus contrastes e pobreza na/da cidade como processo de produção da exclusão socioespacial histórica. Demonstra a influência do setor econômico na política urbana, e da pouca importância dada ao trabalho escravo que construiu a cidade. A política urbana, afirma a autora, desenvolveu-se no país com base num modernismo à moda da periferia e, na parte empírica do trabalho, explora a diferença da participação feminina na execução durante 12 anos do Projeto Sítio Grande e Dancing Days, no Recife. Finalmente, explicita os processos de lutas, conflitos e união pelo direito à moradia, avanços na superação de obstáculos na execução e gestão do projeto, e conquistas num processo de reconstrução e inserção nas/das cidades que proporcionem quebra de paradigmas, fortaleça a representatividade e efetiva participação dos moradores como protagonistas na/da transformação da paisagem urbana e do melhor viver para todos os cidadãos. A obra reforça que o processo participativo, sobretudo das mulheres, na construção de uma política urbana, contribui para a construção de modelo democrático de desenvolvimento das cidades.
Em 11/10/2020.
Ana Cristina Brito Arcoverde – UFPE.