Interconexão de Práticas Instrucionais e Sociais na Aprendizagem de Língua Inglesa: Abordagem Via Gêneros Digitais Orais

Ref: 978-65-86034-58-5

A obra Interconexão de práticas instrucionais e sociais na aprendizagem de língua inglesa: abordagem via gêneros digitais orais concebe a aprendizagem como um fenômeno descentralizado, que abarca a noção de que a aquisição de conhecimento ocorre em qualquer espaço, não apenas em ambientes instrucionais.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 74,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-86034-58-5


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 22/03/2021


Número de páginas: 211


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Helen de Oliveira Faria.

A obra Interconexão de práticas instrucionais e sociais na aprendizagem de língua inglesa: abordagem via gêneros digitais orais concebe a aprendizagem como um fenômeno descentralizado, que abarca a noção de que a aquisição de conhecimento ocorre em qualquer espaço, não apenas em ambientes instrucionais. Por essa razão, é imprescindível que professores incorporem práticas sociais de seus alunos à sala de aula, de modo que atividades, conteúdos e tecnologias advindos de diversos contextos se influenciem e se inter-relacionem, visando a uma aprendizagem mais significativa.

Diante disso, este livro apresenta atividades para que ocorra essa interconexão no ensino e aprendizagem de língua inglesa, especialmente para o desenvolvimento de habilidades orais, em contextos presenciais e digitais. É descrita e discutida a condução de oito tarefas, criadas com base nos interesses pessoais de aprendizes de uma turma do ensino médio de uma escola pública brasileira. Tais atividades, acessadas, comentadas e compartilhadas em ambientes on-line da Internet, têm o propósito de extrapolar os muros da sala de aula presencial e adentrar contextos sociais extraclasse. O resultado dessa empreitada é a produção de gêneros digitais orais que vão muito além da simulação de interações reais em espaços pedagógicos. O aprimoramento das habilidades fala e compreensão oral são apenas parte da aprendizagem por meio desse formato de ensino. Aspectos como a autonomia, a participação, o protagonismo, a colaboração, o sentimento de pertencimento, a interação e a identificação com espaços significativos marcam presença e se unem para a evolução da aprendizagem de língua. Fundamentada por uma visão complexa-ecológica, as atividades, a comunidade de aprendizagem e os demais ambientes pertencentes ao contexto de instrução dão subsídios para a construção de conhecimento de acordo com os multiletramentos requeridos na era digital.