Sobre a Psicologia dos Grupos: uma Proposta Fenomenológica

Ref: 978-65-250-0367-2

No livro Sobre a psicologia dos grupos: uma proposta fenomenológica exploramos as possibilidades do pensamento de Michel Henry quando em diálogo com a Psicologia e a Neurociência, visando a responder aos seguintes questionamentos: o que significa compartilhar uma vida com outros? Como fazer para afirmar e promover essa vida em grupos com grandes trocas afetivas tais como famílias e grupos de vivência?


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 62,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 22,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-250-0367-2


ISBN Digital: 978-65-250-0368-9


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 30/03/2021


Número de páginas: 213


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Gillianno José Mazzetto de Castro.

No livro Sobre a psicologia dos grupos: uma proposta fenomenológica exploramos as possibilidades do pensamento de Michel Henry quando em diálogo com a Psicologia e a Neurociência, visando a responder aos seguintes questionamentos: o que significa compartilhar uma vida com outros? Como fazer para afirmar e promover essa vida em grupos com grandes trocas afetivas tais como famílias e grupos de vivência? Quais são as ferramentas que possibilitam entender as dinâmicas inerentes ao grupo sem as artificializar? Como pensar as dinâmicas dos grupos para além do paradigma dos indivíduos? São essas as perguntas que atravessarão esta produção, cujo escopo é ajudar os profissionais da área da Psicologia no seu processo de reflexão, prática e intervenção nos grupos humanos, principalmente aqueles que possuem grandes trocas afetivas. Trata-se de um ensaio fenomenológico que, por meio de uma revisão narrativa de literatura, intenta aproximar os conceitos de Henry, tais como prova de si, pathos-avec, encarnação, corpopropriação, bem como procura pensar como os temas da comunidade de filiação e da comunidade de hábito podem contribuir para o processo de entendimento das dinâmicas de afirmação e do fluxo da vida nos grupos.