Apenas a Escola, Por Quê?

Ref: 978-65-250-0445-7

O livro Apenas a escola, por quê? coloca em questão conceitos-chave e caros para a sociedade moderna, sobretudo quando indaga sobre educação, escola, e demais instituições. Ainda que, num primeiro momento, educação e escola possam parecer uma única e mesma coisa, João Arruda aponta que elas são distintas entre si e, se algo as aproxima e une, é o controle que querem e exercem sobre os indivíduos e suas subjetividades, impedindo-os de se manifestarem.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 20,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-250-0445-7


ISBN Digital: 978-65-250-0447-1


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 10/05/2021


Número de páginas: 139


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. João Arruda.

O livro Apenas a escola, por quê? coloca em questão conceitos-chave e caros para a sociedade moderna, sobretudo quando indaga sobre educação, escola, e demais instituições. Ainda que, num primeiro momento, educação e escola possam parecer uma única e mesma coisa, João Arruda aponta que elas são distintas entre si e, se algo as aproxima e une, é o controle que querem e exercem sobre os indivíduos e suas subjetividades, impedindo-os de se manifestarem. A homogeneidade de pensamento e ação — por elas desejada — é a garantia de seu sucesso, ainda que para isso os indivíduos estejam obrigados a frequentá-la. O questionamento, em face à denúncia dos objetivos das instituições sociais, resulta implicitamente no anúncio problematizador à educação das novas gerações: qual a possibilidade de a escola e a educação desenvolverem a autossuficiência intelectual dos sujeitos, a partir do caráter controlador que lhes é próprio? É desejo da escola, é desejo da educação, e é desejo da sociedade moderna que os sujeitos se tornem autossuficientes intelectualmente?