Status Quaestionis sobre o Zika Vírus e as Doenças Associadas

Ref: 978-65-250-0035-0

Este livro é fruto de um extenso trabalho de pesquisa que situa a problemática sanitária do zika vírus desde a sua descoberta, nos anos 40 do século XX, até o final das epidemias que o relacionam a problemas congênitos, já no século XXI.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 66,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-0035-0


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 12/05/2021


Número de páginas: 261


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Hélio Tadeu Luciano de Oliveira.

Este livro é fruto de um extenso trabalho de pesquisa que situa a problemática sanitária do zika vírus desde a sua descoberta, nos anos 40 do século XX, até o final das epidemias que o relacionam a problemas congênitos, já no século XXI.
A abordagem científica seguindo o itinerário histórico dos fatos – com base na consulta de mais de dois mil artigos científicos e obras relacionadas – facilita a compreensão do texto e dá uma visão de conjunto de toda a problemática envolvida. Dentro de uma espécie de narração dos fatos, é possível compreender, com objetividade, o que aconteceu com o vírus e as populações afetadas em cada período histórico. Além disso, a profundidade da apresentação dos fatos permite ao leitor conhecer de modo sistemático não só a evolução histórica do vírus e das infecções e problemas associados, mas também todos os fatos científicos relacionados ao vírus em cada época.
Não se pode deixar de mencionar que o livro dá uma ênfase especial à compreensão da relação causal que existe entre o vírus os problemas congênitos.
Além disso, é possível entender a recepção e a repercussão midiática e social do vírus nos diferentes países, de acordo com a época. Certamente, faz-se uma especial referência ao Brasil, por ser o lugar onde o vírus passou a ser associado a problemas congênitos. Também se realiza uma menção especial ao período anterior aos Jogos Olímpicos Rio 2016, período em que ocorreu uma relação profunda com os acontecimentos e, principalmente, com o efeito sobre a opinião pública brasileira e internacional.