Modelo Pedagógico na Capacitação de Profissionais de Saúde em Planejamento para a Ação: Transferência de Treinamento

Ref: 978-65-250-0511-9

Modelo pedagógico na capacitação de profissionais de saúde em planejamento para a ação: Transferencia de treinamento conduz-nos a refletir sobre a necessidade de avaliarmos o alcance dos objetivos instrucionais para desenvolver capacidade crítica e reflexiva em profissionais de saúde visando à tomada de decisão.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 52,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-0511-9


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 15/05/2021


Número de páginas: 193


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Joslene Lacerda Barreto.

Modelo pedagógico na capacitação de profissionais de saúde em planejamento para a ação: Transferencia de treinamento conduz-nos a refletir sobre a necessidade de avaliarmos o alcance dos objetivos instrucionais para desenvolver capacidade crítica e reflexiva em profissionais de saúde visando à tomada de decisão. Apresenta uma avaliação de transferência de treinamento do modelo pedagógico Plano Operativo (MPPO) adotado pelos cursos em especialização em Gestão da Assistência Farmacêutica (GAF) na modalidade à distância (GAF – especialização EaD/SUS) para capacitar farmacêuticos da rede de serviços públicos de saúde. Coordenados pela Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc), esses cursos capacitaram 2.472 farmacêuticos de diferentes regiões do Brasil. A autora apresenta os fundamentos teóricos do campo transferência de treinamento e o MPPO, detalhando características e especificidades que o levam a se constituir em uma estratégia pedagógica ativa para ensinar e aprender planejamento como instrumento de gestão, ressaltando as adaptações realizadas ao modelo original do Planejamento Estratégico Situacional (MATUS, 1996). Detalha os instrumentos utilizados para o trabalho de campo, o Learning Transfer System Inventory (LTSI), de Holton III, Bates e Ruona (2000), em sua versão de 16 fatores e 89 itens, reconhecido como boa ferramenta para apontar fatores que interferem na transferência de aprendizagem (VELADA, 2007; AFONSO, 2012; VELOSO et al., 2015). Desenvolve, testa e reúne evidências de validação de uma escala específica de avaliação de transferência de treinamento para o MPPO. Analisa, utilizando a nova escala de avaliação da transferência do MPPO, a percepção de transferência dos egressos. A autora, a partir do LTSI, analisa os fatores que interferem na transferência de treinamento do PO no desempenho dos egressos, apontando como mais influentes a motivação e o desenho do curso. Em cenário de crise generalizada no sistema público brasileiro de saúde e de escassez de instrumentos de avaliação de investimentos púbicos, este livro mostra a efetividade do treinamento realizado ao cumprir seus objetivos instrucionais de formar farmacêuticos gestores competentes para planejar, organizar, articular e realizar ações no campo da saúde pública com visão crítica e de forma tempestiva. Esta obra convida-nos a refletir sobre como formar profissionais de saúde competentes e com capacidade crítica.