Educação e Condição Humana na Sociedade Atual: Formação Humana, Formas de Reconhecimento e Intersubjetividade de Grupo

Ref: 978-65-250-0708-3

O livro Educação e condição humana na sociedade atual investiga a noção de formação humana sob diferentes perspectivas teóricas modernas e contemporâneas, visando a construir ferramentas conceituais para compreender problemas educacionais da atualidade. Investiga características do modelo fechado de sociedade e sua correspondente noção tradicional de educação, confrontando-os com a perspectiva aberta de sociedade e sua noção ampliada e plural de educação.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 49,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-0708-3


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 02/06/2021


Número de páginas: 217


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Claudio A. Dalbosco.

O livro Educação e condição humana na sociedade atual investiga a noção de formação humana sob diferentes perspectivas teóricas modernas e contemporâneas, visando a construir ferramentas conceituais para compreender problemas educacionais da atualidade. Investiga características do modelo fechado de sociedade e sua correspondente noção tradicional de educação, confrontando-os com a perspectiva aberta de sociedade e sua noção ampliada e plural de educação. O livro tem diante de si o predomínio de contextos sociopolíticos marcados pelo autoritarismo obscurantista, pela economicização crescente da educação e pelo individualismo possessivo contemporâneo. Alicerçando-se em autores que defendem a educação pública como impulso genuíno de formação democrática da esfera pública, como Jean-Jacques Rousseau, Immanuel Kant, Jean Piaget, Martha Nussbaum e Axel Honneth, aposta na cooperação solidária, na força intersubjetiva de grupo e na formação humana ampliada como alternativas à barbarização cultural e política atual. Desse modo, busca inserir-se criticamente na tradição do esclarecimento reatualizado criticamente e na sua aposta na formação cultural ampliada (Bildung) como um dos principais recursos intelectuais e políticos para a transformação dos seres humanos e de seus respectivos contextos sociais e políticos sufocantes.