Modos de Lembrar e Contar: Revisitando as Memórias Escolares de Vilhena/Ro (1960-1980)

Ref: 978-65-250-0683-3

A autora foi buscar a constituição da história da educação de Vilhena em entrevistas realizadas com ex-professores e ex-alunos que viveram a dinâmica do período delineado e que, hoje, narram as experiências individuais e coletivas daqueles que regeram os fatos e podem nos apresentar uma visão do acontecido escolar da região. A pesquisadora recolheu relatos e percebemos uma educação institucionalizada na precariedade e no abandono.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 58,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-0683-3


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 24/06/2021


Número de páginas: 169


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Helen Arantes Martins.

A autora foi buscar a constituição da história da educação de Vilhena em entrevistas realizadas com ex-professores e ex-alunos que viveram a dinâmica do período delineado e que, hoje, narram as experiências individuais e coletivas daqueles que regeram os fatos e podem nos apresentar uma visão do acontecido escolar da região. A pesquisadora recolheu relatos e percebemos uma educação institucionalizada na precariedade e no abandono. Assim, podemos dizer que a implementação da educação estava diretamente ligada ao pleno processo de colonização e desenvolvimento da cidade de Vilhena, sendo a escola a principal referência de formação para a sociedade. A pesquisa concluída e desvelada parcialmente neste livro permite-nos compreender e defender a educação como uma prática social fundamental na (re)construção da identidade sociocultural de um coletivo e dos sujeitos históricos de diferentes idades que o compõem. A autora nos provoca a olhar os diferentes modos de fazer “educação” e as diversas maneiras de representação da educação constituída na cultura escolar de Vilhena no período de 1960 a 1980.