Da Teoria à Prática: Adequação Curricular e Ensino Estruturado

Ref: 978-65-250-0728-1

O direito educacional para os estudantes com deficiência vai além da matrícula, agora é tempo de pensar no direito de aprender, e para isso acontecer os profissionais da educação precisam refletir sobre as potencialidades e dificuldades de cada um desses estudantes. O censo escolar de 2019 aponta um aumento de matrículas de estudantes com deficiência na classe comum. É difícil encontrar professor que não tenha pelo menos um estudante com deficiência nas suas aulas, atualizar a prática pedagógica é uma opção inadiável.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 62,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-0728-1


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 30/06/2021


Número de páginas: 149


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Isis Grace da Silva.

O direito educacional para os estudantes com deficiência vai além da matrícula, agora é tempo de pensar no direito de aprender, e para isso acontecer os profissionais da educação precisam refletir sobre as potencialidades e dificuldades de cada um desses estudantes. O censo escolar de 2019 aponta um aumento de matrículas de estudantes com deficiência na classe comum. É difícil encontrar professor que não tenha pelo menos um estudante com deficiência nas suas aulas, atualizar a prática pedagógica é uma opção inadiável. Esta obra foi construída a partir da problemática de como o professor da sala comum pode organizar atividades para estudantes com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Observando que muitos professores têm conhecimento teórico sobre a deficiência ou estratégias pedagógicas, porém ainda lhes faltam o fazer pedagógico, ou seja, a prática na elaboração de atividades que favoreçam o aprendizado dos estudantes com deficiência na classe comum. Para contribuir com a formação desses professores apresento um relato de prática pedagógica baseado nas adequações curriculares, utilizando os elementos do ensino estruturado sob princípios do Programa TEACCH como uma estratégia em potencial para que o professor não fique à mercê da improvisação de atividades oferecidas aos estudantes. Aqui o leitor terá uma oportunidade de conhecer as características da pessoa com TEA, como atuar diante das particularidades do espectro, conhecer o ensino estruturado nos princípios do Programa TEACCH, unindo-o com adequações curriculares a partir de uma vivência prática entre o professor especializado e o professor da sala comum. Considero que as contribuições desta obra não se restringem ao público com TEA, já que são propostas que podem facilmente ser utilizadas com outros estudantes no contexto educacional, respeitando sua individualidade.