Desenvolvimento e Planejamento Urbano na Amazônia: Avaliação do Plano-Processo em Santarém e Marabá, Brasil

Ref: 978-65-250-0758-8

O processo de desenvolvimento regional manifesta-se com particularidades em cada território, porque as condições sociais, econômicas, políticas, culturais e ambientais não são uniformes. A presente obra aborda a temática do plano-processo com base nos principais conceitos associados ao desenvolvimento regional e ao planejamento urbano, bem como em modelos de monitorização e avaliação do planejamento territorial e urbano. Efetua-se uma análise dos planos territoriais de duas cidades da Amazônia (Santarém e Marabá), no estado do Pará, considerando o desenvolvimento urbano e regional do território, utilizando o método de avaliação proposto por Lourenço (2003).


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 87,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-0758-8


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 22/06/2021


Número de páginas: 333


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Jader Duarte Ferreira.

O processo de desenvolvimento regional manifesta-se com particularidades em cada território, porque as condições sociais, econômicas, políticas, culturais e ambientais não são uniformes. A presente obra aborda a temática do plano-processo com base nos principais conceitos associados ao desenvolvimento regional e ao planejamento urbano, bem como em modelos de monitorização e avaliação do planejamento territorial e urbano. Efetua-se uma análise dos planos territoriais de duas cidades da Amazônia (Santarém e Marabá), no estado do Pará, considerando o desenvolvimento urbano e regional do território, utilizando o método de avaliação proposto por Lourenço (2003). Os objetivos subjacentes à investigação realizada foram: i) identificar os sistemas de planejamento territorial das cidades da Amazônia; ii) caracterizar o percurso do desenvolvimento regional e a dimensão do crescimento urbano; iii) aplicar o método de avaliação proposto por Lourenço (2003); iv) propor indicadores que complementem a aplicabilidade do modelo de Lourenço à região da Amazônia. A metodologia usada consistiu em pesquisa bibliográfica e recolha de dados, utilizando o método de análise de ciclo de vida fundamentado na teoria do plano-processo e na sua aplicabilidade ao planejamento territorial, sendo pautado por uma visão holística. Essa metodologia foi validada com a realização de entrevistas semiestruturadas a professores universitários de Geografia, secretárias e secretários municipais e ao gerente da Cosampa, sobre a realidade das cidades de Marabá e de Santarém. Os resultados mostraram a necessidade e a possibilidade de aplicar o plano-processo nas cidades selecionadas servindo de modelo para outras áreas urbanas da Amazônia.