Crônicas de uma Vida em Quarentena, mas com Pitadas Filosóficas

Ref: 978-65-250-1188-2

“No Brasil, o ódio direcionado aos partidos de esquerda, aos defensores dos direitos humanos e ambientalistas fincou raízes, assim como o desejo de perpetuar o tradicionalismo familiar por parte de alguns grupos sociais e religiosos. E o cenário político escancarado de discriminação, preconceito, intolerância religiosa e racial muito se assemelha ao da Espanha anterior à guerra civil. Mas esses ingredientes não são novos, pois convivemos com eles por séculos”.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 43,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-1188-2


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 01/08/2021


Número de páginas: 115


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Antonio Carlos Lopes Petean.

“No Brasil, o ódio direcionado aos partidos de esquerda, aos defensores dos direitos humanos e ambientalistas fincou raízes, assim como o desejo de perpetuar o tradicionalismo familiar por parte de alguns grupos sociais e religiosos. E o cenário político escancarado de discriminação, preconceito, intolerância religiosa e racial muito se assemelha ao da Espanha anterior à guerra civil. Mas esses ingredientes não são novos, pois convivemos com eles por séculos”.
Embora o vírus Sars-CoV-2 seja “democrático”, esta terra verde e amarela, que se diz “varonil”, “abençoada por Deus”, mas marcada pelo racismo estrutural e pela intolerância, presencia a abertura de covas e mais covas em que corpos negros e periféricos são depositados.
Então, que as crônicas deste livro sirvam de vacina – ou antídoto – contra todos os vírus que nos cercam e que estão de plantão na capital, nos templos e casernas.