Das Imagens, a Ausência: Projeções do Tempo e Fragmentos do Espaço nas Imagens de Florianópolis do Início do Século XXI

Ref: 978-65-250-1235-3

As imagens das cidades fundamentam-se em um sentimento que acompanha as imagens desde sua origem funerária, nos tempos mais remotos: a ausência. Em princípio, se a imagem mostra, ela não ausenta, pois mostrar é tornar presente. No entanto, a imagem presentifica e ausenta simultaneamente. Sua capacidade de ser atemporal e perpétua é seu cerne, em oposição ao cerne da cidade, que é efêmera ao existir no tempo presente.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 52,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 18,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-250-1235-3


ISBN Digital: 978-65-250-1240-7


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 04/08/2021


Número de páginas: 119


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Maria Helena Lenzi.

As imagens das cidades fundamentam-se em um sentimento que acompanha as imagens desde sua origem funerária, nos tempos mais remotos: a ausência. Em princípio, se a imagem mostra, ela não ausenta, pois mostrar é tornar presente. No entanto, a imagem presentifica e ausenta simultaneamente. Sua capacidade de ser atemporal e perpétua é seu cerne, em oposição ao cerne da cidade, que é efêmera ao existir no tempo presente. Na passagem do efêmero ao perpétuo, o atemporal se torna real por meio da imagem que projeta nossa visão para o passado e para o futuro, substituindo, assim, o presente. O objetivo deste livro é compreender no que se fundamentam as imagens de Florianópolis. Essas imagens constituem-se tanto de fotografias quanto de discursos e têm a intenção de promover a cidade, atraindo turistas, investidores e novos moradores. As fontes de pesquisa foram selecionadas dentre a publicidade turística de Florianópolis e do estado de Santa Catarina, os anúncios privados de turismo e de condomínios residenciais, as matérias veiculadas em periódicos de circulação local, nacional e internacional e análises sobre os Planos Diretores. Chegou-se à conclusão de que, no intuito de divulgar a cidade, essas imagens que retratam Florianópolis mantêm um padrão fundamental: voltam seu foco para as memórias do passado e as potencialidades do futuro, expressando a ausência do tempo presente.