A Quarentena de um Poeta

Ref: 978-65-250-1395-4

Três ou quatro de nossas gerações nunca passaram pela experiência de uma pandemia e, especificamente para o nosso país, ela veio alimentar mais ainda a guerra fria e a politicagem. Em A quarentena de um poeta, o autor narra seus cem primeiros dias de quarentena por meio de crônicas do seu cotidiano com cenas atípicas devido ao caos implantado pelo novo coronavírus.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 55,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-1395-4


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 20/09/2021


Número de páginas: 223


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Edimilson Ramos.

Três ou quatro de nossas gerações nunca passaram pela experiência de uma pandemia e, especificamente para o nosso país, ela veio alimentar mais ainda a guerra fria e a politicagem. Em A quarentena de um poeta, o autor narra seus cem primeiros dias de quarentena por meio de crônicas do seu cotidiano com cenas atípicas devido ao caos implantado pelo novo coronavírus. Aqui, você encontrará a criticidade do barroco nesta literatura contemporânea misturada ao realismo e no momento de pausa, o autor se refere amorosamente aos seus. Está grafado apenas parte de uma batalha que talvez possa cessar, todavia, suas prosas e seus versos tornar-se-ão atemporais.