Violação de Direitos e Medidas Protetivas - Concepções de Juízes de Juizados de Infância e Juventude

Ref: 978-65-250-1297-1

O livro Violação de direitos e medidas protetivas – concepções de juízes de juizados de infância e juventude coloca em foco práticas cotidianas e interseções no processo do decidir, julgar e mediar, tal como compreendidas pelos próprios juízes que atuam na Vara Especializada da Infância e Juventude.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 47,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 16,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-250-1297-1


ISBN Digital: 978-65-250-1316-9


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 09/09/2021


Número de páginas: 125


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Luciana Lindinger.

2. Paulo Rogério Meira Menandro.

O livro Violação de direitos e medidas protetivas – concepções de juízes de juizados de infância e juventude coloca em foco práticas cotidianas e interseções no processo do decidir, julgar e mediar, tal como compreendidas pelos próprios juízes que atuam na Vara Especializada da Infância e Juventude. Conhecer a forma como concebem temas relativos à sua área de atuação e justificam suas decisões, além do interesse que demonstram pela matéria, é essencial para a elucidação do funcionamento dessas varas especializadas na garantia dos direitos de crianças e adolescentes, e de suas famílias, que estão sob a tutela do Estado por medida de proteção na modalidade de acolhimento institucional.
É uma leitura recomendável para psicólogos, assistentes sociais, operadores do Direito e todas as pessoas que buscam promover um espaço de garantia de direitos às crianças e aos adolescentes, em especial àqueles que são sujeitos a riscos, vulnerabilidades e violência.