Gestão em Dança: Estudos Sobre Percepções e Práticas

Ref: 978-65-250-1444-9

O livro discorre sobre a expressão em dança, explicada pela necessidade que o ser humano tem de exprimir suas ideias, suas sensações e seus desejos. A questão principal levanta conceitos de gestão em Dança dos profissionais da área para descrever esse exercício de gerir as atividades relacionadas à linguagem. Então, identifica a realidade da prática da gestão dos profissionais da cidade de Teresina, como também destaca a história dessa arte na capital.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 40,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 14,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-250-1444-9


ISBN Digital: 978-65-250-1443-2


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 22/09/2021


Número de páginas: 81


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 6 cm


1. Luís Carlos Machado do Vale.

O livro discorre sobre a expressão em dança, explicada pela necessidade que o ser humano tem de exprimir suas ideias, suas sensações e seus desejos. A questão principal levanta conceitos de gestão em Dança dos profissionais da área para descrever esse exercício de gerir as atividades relacionadas à linguagem. Então, identifica a realidade da prática da gestão dos profissionais da cidade de Teresina, como também destaca a história dessa arte na capital. No Piauí, a dança é inicialmente encontrada como elemento das manifestações folclóricas, ganhando força nos anos de 1960 com a saída de artistas do estado para estudá-la, passando pela fundação de academias e escolas, posteriormente de grupos e companhias, até os o final de 2002, início de sua institucionalização e formalização. São relacionados grupos, companhias, projetos, escolas e academias que realizam trabalhos com relevância na área, analisando como ocorre a formação do profissional na cidade. Também se expõem as Leis de Incentivo à Cultura, nos âmbitos municipal e estadual, que financiam os trabalhos da linguagem, mostrando suas problemáticas e sua burocratização, que acabam emperrando a dinâmica de financiamento, atrapalhando as produções e inviabilizando a circulação da dança no país. Levantam-se algumas questões de relevância do fazer artístico e da atuação dos gestores locais, reconhecendo o processo da Arte em consonância com a gestão da Cultura e a importância e fundamentação da formação técnica e superior para os dançantes e profissionais das áreas afins. O estudo coloca a Dança como área do conhecimento, parte do patrimônio da humanidade, identifica a prática de gestão das instituições em Teresina, suas peculiaridades, suas falhas e seus acertos dentro da realidade de cada organização, apresentando, ainda, diagnóstico e reflexão sobre problemas e possíveis soluções para o avanço na gestão cultural no campo da Dança.