O Espectro Autoritário: Como a Concentração de Mídia Fragiliza a Democracia

Ref: 978-65-250-1296-4

Um mercado concentrado de mídia não surge ao acaso. Ele é resultado de um processo histórico em que atores autointeressados interagem estrategicamente e negociam regulação favorável em troca de apoio político. Assim, surgem e evoluem os oligopólios midiáticos, associados ao comprometimento de princípios de inclusão, participação, accountability e liberdade de expressão. Quem perde é a democracia. O livro O espectro autoritário: como a concentração de mídia fragiliza a democracia desvenda minuciosamente a lógica desse processo, a partir da investigação do caso da radiodifusão em perspectiva comparada Brasil-Argentina. A obra oferece, ainda, um rigoroso guia teórico-metodológico para estudos de políticas de comunicação voltados à relação entre mídia e qualidade da democracia em diferentes contextos.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 84,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 33,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-250-1296-4


ISBN Digital: 978-65-250-1334-3


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 23/09/2021


Número de páginas: 259


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 21 cm


Comprimento: 27 cm


Altura: 2 cm


1. Juliano Domingues.

Um mercado concentrado de mídia não surge ao acaso. Ele é resultado de um processo histórico em que atores autointeressados interagem estrategicamente e negociam regulação favorável em troca de apoio político. Assim, surgem e evoluem os oligopólios midiáticos, associados ao comprometimento de princípios de inclusão, participação, accountability e liberdade de expressão. Quem perde é a democracia. O livro O espectro autoritário: como a concentração de mídia fragiliza a democracia desvenda minuciosamente a lógica desse processo, a partir da investigação do caso da radiodifusão em perspectiva comparada Brasil-Argentina. A obra oferece, ainda, um rigoroso guia teórico-metodológico para estudos de políticas de comunicação voltados à relação entre mídia e qualidade da democracia em diferentes contextos.
“Livro de fôlego, com argumentação sólida e segura, exibe elogiável senso de organização lógica entre suas partes teóricas e empíricas e exemplar clareza de raciocínio. Da cuidadosa consistência teórico-metodológica resultam questões, objetivos e pressupostos formulados de maneira clara, precisa, a partir de conceitos bem definidos. Além disso, e por fim, as corretas análise e interpretação dos dados colhidos caminham lado a lado com o uso de uma linguagem acadêmica rigorosa e objetiva, mas leve e de fácil leitura.”