Violência Escolar e Formação Ética: Reflexões

Ref: 978-65-250-1343-5

O livro Violência escolar e formação ética: reflexões aborda a grave situação de violência na atualidade, especialmente no âmbito escolar, discutindo a formação ética como possibilidade de combate a esta questão social. Dados da Prova Brasil 2015, divulgados em março de 2017, ilustram a situação: foram aplicados 262.417 questionários a diretores e professores do 5.º e do 9.º ano de todo o país e 51% dos professores revelaram que já presenciaram agressões verbais ou físicas de alunos a professores ou funcionários da escola, de acordo com a pesquisa.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 43,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 15,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-250-1343-5


ISBN Digital: 978-65-250-1322-0


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 23/11/2021


Número de páginas: 107


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Paulo Roberto de Oliveira Santos.

2. Alcyr Alves Viana Neto.

O livro Violência escolar e formação ética: reflexões aborda a grave situação de violência na atualidade, especialmente no âmbito escolar, discutindo a formação ética como possibilidade de combate a esta questão social. Dados da Prova Brasil 2015, divulgados em março de 2017, ilustram a situação: foram aplicados 262.417 questionários a diretores e professores do 5.º e do 9.º ano de todo o país e 51% dos professores revelaram que já presenciaram agressões verbais ou físicas de alunos a professores ou funcionários da escola, de acordo com a pesquisa. Quanto às agressões verbais ou físicas de alunos feitas a outros alunos, o percentual é de 71% de professores que relataram terem presenciado essa situação. Nove por cento dos professores foram ameaçados por alunos, sendo que 2% foram vítimas de atentado à própria vida, de acordo com a pesquisa. Cinco por cento dos professores pesquisados disseram ter presenciado estudantes sob efeito de bebidas alcoólicas em suas aulas, 12% sob efeito de drogas ilícitas. Quanto a estudantes portando armas brancas (facas, canivetes etc.), foi um fato apontado por 5% dos professores pesquisados. São números alarmantes com relação à violência no ambiente escolar. As reflexões propostas neste livro evidenciam a necessidade de fortalecimento dos agentes da educação quanto à formação ética como forma de combate à violência, já que esse fenômeno multicausal ocorre, em certos contextos, pela falta de ética. Por essa razão, a obra lança um olhar sobre a educação não apenas no que tange à instrução acadêmica, mas considerada em sua integralidade, abrangendo a formação de princípios morais, intelectual e estética dos educandos. O sucesso da educação diz respeito à participação de seus agentes, o que remete à relação escola-família, além da discussão sobre outras agências socializadoras que influenciam na formação de valores. A formação ética é resultado, entre outros fatores, do fortalecimento da família e da escola, embora não se possa culpabilizar esses dois agentes da educação pela crise ética, já que a Civilização Ocidental encontra-se em uma crise de valores e de autoridade na atualidade.