Biblioteca Escolar: Entre Livros, Descobertas, Refúgio e Abandono

Ref: 978-65-5523-041-3

Resultado de estudo na área da ciência da informação, o livro faz conhecer o sentido de biblioteca escolar dado por estudantes de escolas públicas, no terceiro ano do ensino médio, tendo permanecido numa mesma escola, com biblioteca, durante todo o seu processo de escolarização. Discorre sobre a história da escola e a biblioteca escolar no Ocidente, a envolver o direito à educação e à informação, o papel das instituições sociais e profissionais para garanti-los, abordando questões como o incentivo à leitura e à pesquisa, o desafio da exclusão e repetência escolar, a centralidade do ensino aprendizagem no livro didático, inclusão social e cidadania.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 76,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 27,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-5523-041-3


ISBN Digital: 978-65-5523-030-7


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 10/01/2021


Número de páginas: 357


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Eliane Fioravante.

Resultado de estudo na área da ciência da informação, o livro faz conhecer o sentido de biblioteca escolar dado por estudantes de escolas públicas, no terceiro ano do ensino médio, tendo permanecido numa mesma escola, com biblioteca, durante todo o seu processo de escolarização. Discorre sobre a história da escola e a biblioteca escolar no Ocidente, a envolver o direito à educação e à informação, o papel das instituições sociais e profissionais para garanti-los, abordando questões como o incentivo à leitura e à pesquisa, o desafio da exclusão e repetência escolar, a centralidade do ensino aprendizagem no livro didático, inclusão social e cidadania. O estudo envolveu estudantes de escolas públicas estaduais de 12 municípios de SC - os dois mais populosos e ricos de cada uma de suas mesorregiões. Coletou dados por meio de entrevistas, questionários, diário das visitas às escolas, e análise documental do projeto político pedagógico das mesmas, buscando localizar a biblioteca nesses documentos. A obra em questão sinaliza aspectos relevantes da trajetória da formação básica dos estudantes envolvendo a biblioteca das escolas: quando, como, e porque se aproximam e se afastam dela. Para quem permaneceu toda a escolarização numa mesma escola com biblioteca, e prestes a concluir a educação básica, essa biblioteca é lugar de livro: objeto que viabiliza novas descobertas, que auxilia em novos aprendizados, assim como "viajar", fugir das imposições do currículo, exercitar a mente, aprender a gostar de ler, entre outros. Contudo, nesse lugar há sinais de abandono. Faltam recursos, livros novos e variados (inclusive para a escolha de curso superior), pessoal para administrá-la, espaço físico mais amplo e confortável, falta de acesso à internet, entre outros, e mais... os professores precisam ser alertados para os alunos voltarem à biblioteca, que está esquecida, abandonada.